Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Google testa barra de busca inferior no app de Android

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 08 de Abril de 2024 às 09h56

Link copiado!

Brett Jordan/Unsplash
Brett Jordan/Unsplash
Tudo sobre Google

O Google começou a testar uma nova posição para a barra de buscas no seu aplicativo para Android. Com a atualização, a caixa para digitar outros termos durante uma pesquisa fica na parte inferior da tela, e não mais no topo. A alteração tende a garantir mais conforto às mãos, especialmente em celulares com o painel grande ou mais alto, por exemplo.

Novo design no Google para Android

A mudança foi reportada por um usuário do X (ex-Twitter) identificado como DexFinity_Skies no fim de semana. Em um captura de tela, nota-se que a barra de pesquisa se encontra colada aos ícones para mudar de aba no aplicativo, e não mais no topo como na versão atual do aplicativo.

Continua após a publicidade

Além de mover a caixa de texto para a porção inferior do painel, o app adotou a linguagem de design Material 3, com arestas ainda arredondadas. Contudo, o software ainda não utiliza as cores dinâmicas na caixa de busca, mas um fundo azul claro que fica escurecido quando o modo escuro está habilitado no celular.

O reposicionamento segue as tendências de outros aplicativos, especialmente navegadores, que concentram elementos na borda de baixo da tela. Essa decisão facilita o acesso à barra de endereços, busca e mais, pois a opção fica à altura das mãos. Assim, você não precisa esticar o dedão inteiro só para fazer outra pesquisa, por exemplo.

Ainda restrito

Apesar da aparição relâmpago, o recurso ainda não está disponível a todos os usuários, mesmo para quem utiliza a versão Beta do Google para Android. Da mesma forma, não há previsão de lançamento da atualização ao público em geral.

Contudo, outras novidades já começaram a ser espalhadas por aí. É o caso da IA generativa no buscador, recurso por ora conhecido como Experiência de Pesquisa Generativa (SGE, na sigla em inglês), que foi liberada para mais pessoas nas últimas semanas