Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Google libera IA generativa na Busca para mais pessoas

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 26 de Março de 2024 às 09h42

Link copiado!

Charles Deluvio/Unsplash
Charles Deluvio/Unsplash
Tudo sobre Google

O Google expandiu o acesso à busca com inteligência artificial generativa a um público mais extenso. Nos últimos dias, diversas pessoas receberam o recurso mesmo sem se inscrever no programa, conhecido como Experiência de Pesquisa Generativa (SGE, na sigla em inglês).

A expansão ocorre alguns meses após a estreia do SGE no Brasil, que pode ser utilizado mediante ao cadastro prévio no programa. Assim, o Google passa a exibir resumos, explicações e outros tipos de respostas aos termos de busca geradas por IA generativa nos resultados, a fim de facilitar e agilizar a busca por informações.

Google leva SGE para mais pessoas

Continua após a publicidade

Contudo, parece que a inscrição não será um item tão essencial para receber a ferramenta. Ao site Search Engine Land, o Google confirmou que começou a oferecer o SGE para uma pequena base de usuários dos Estados Unidos que não se inscreveram no programa de testes. A ideia é que a liberação mais ampla ajude a coletar feedbacks de mais pessoas.

Apesar de mencionar os Estados Unidos, usuários de outros países também entraram na lista: em testes realizados pelo Canaltech, conseguimos utilizar a IA generativa em uma conta brasileira sem ingressar no programa pelo portal de testes Search Labs.

Até o momento, não há previsão de lançamento geral da pesquisa com IA generativa.

Como ativar a IA generativa no Google

Mesmo com a expansão dos testes, o Google ainda mantém as restrições de sempre, incluindo o uso de uma conta pessoal da empresa, sem estar vinculada ao Google Workspace. Também é preciso acessar o buscador pelo Chrome no computador ou pelo app oficial para Android e iOS para utilizar a ferramenta.

Se você ainda não recebeu, basta ativar a IA na Busca do Google no Search Labs via celular ou computador. Contudo, é importante lembrar que, além de ser algo experimental, a qualidade das informações pode sofrer variações. Portanto, confirme os resultados antes de usá-lo para algo mais crítico. 

Fonte: Search Engine Land