Google lança widget de busca para iOS 14 e tira sarro com “inovação” da Apple

Por Rubens Eishima | 18 de Setembro de 2020 às 14h30
Google
Tudo sobre

Google

Saiba tudo sobre Google

Ver mais

Replicando uma opção disponível no Android desde... sempre, o Google anunciou que os usuários com iPhone poderão acessar a busca na web com um widget na tela inicial do iOS 14. O anúncio da novidade foi acompanhado de uma pequena brincadeira da empresa com a Apple.

Assim como no Android, o app de busca do Google (iOS) permite não apenas fazer pesquisas na web, como consultar notícias, ver a previsão do tempo, identificar plantas e objetos com o Google Lens, ver animais extintos no jardim da sua casa e muito mais.

Com o novo widget para iOS, o usuário poderá incluir atalhos para algumas dessas funções, com a opção de botões para o Google Lens, busca por voz e navegação em modo privado.

Widgets são incluídos com um toque demorado na tela (imagem: Google)

Rivalidade bem humorada

O lançamento surpresa do iOS 14 não parece ter surpreendido o Google, que se viu no direito de fazer piada com uma das principais mudanças trazidas pelo novo sistema do iPhone.

Uma das contas oficiais do Google no Twitter compartilhou uma captura da tela principal do Android. A imagem inclui um widget do aplicativo de agenda, listando dois compromissos.

O primeiro lê “Se dar conta de que temos widgets desde sempre”, enquanto o segundo lembra de “Contar ao mundo”. Ambos estão com data desta quinta-feira (17), dia do lançamento surpresa do iOS 14 e seus derivados.

Widgets estão disponíveis desde a primeira versão do sistema Android e foram adotados de maneira indireta no iOS 8, na Central de Notificações. O iOS 14 permite que os proprietários do iPhone usem os widgets também na tela principal.

A novidade para o iPhone é apenas um dos recursos do iOS 14 “inspirados” no sistema do Google, como por exemplo a substituição dos programas padrões para e-mail e navegador, opção de vídeos em miniatura, aplicativo de tradução, digitação por reconhecimento de voz, etc.

Vale lembrar que a recíproca também é verdadeira, com uma série de recursos do Android que foram lançados antes no iOS, caso da navegação por gestos, controles avançados de privacidade e permissão de apps, suporte integrado à apps de realidade aumentada, sistema de compartilhamento rápido de arquivos e muito mais.

Fonte: Google

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.