App da NVIDIA transforma rabiscos em pinturas fotorrealistas

App da NVIDIA transforma rabiscos em pinturas fotorrealistas

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 23 de Junho de 2021 às 14h50
Reprodução/Nvidia

A Nvidia anunciou hoje um novo driver que traz suporte a um recurso chamado Canvas, funcionalidade atrelada ao estúdio de edição voltado para as GPUs da marca, aplicativos da Adobe e notebooks Studio. A ferramenta baseada em inteligência artificial é usada para ajudar artistas e designers a produzir verdadeiros quadros. É bem impressionante o que ele pode fazer.

Construído com base no projeto GauGAN, ele transforma rabiscos simples em imagens fotorrealistas de modo instantâneo. A Nvidia afirma que os desenhos são criados em tempo real, conforme você vai desenhando a imagem se transforma ali, na sua frente. A ideia disso é garantir que produtores visuais possam traçar esboços de paisagens rapidamente, porém com qualidade suficiente para ser apresentado aos chefes antes de uma versão final, por exemplo.

(Imagem: Divulgação/Nvidia)

Essa novidade também oferece suporte a camadas para que cada elemento seja uma parte separada da imagem. Em razão disso, a imagem pode ser exportada como um arquivo .PSD para ser trabalhada no Photoshop, o que abre ainda mais possibilidades.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

São nove estilos que mudam a aparência da pintura final, como iluminação e hora do dia. Por exemplo: se for selecionado como final da tarde, o céu terá uma coloração mais alaranjada, lembrando o pôr do sol. Também estão presentes 15 materiais diferentes e predefinidos para inserção no desenho como céu, montanha, água, neve, grama e outros.

O Canvas faz parte do Nvidia Studio, que inclui outras ferramentas de criação, como Broadcast e Omniverse. Você pode baixar o aplicativo em beta para ver do que ele é capaz.

Suíte com melhorias 

O novo driver Nvidia Studio traz outras melhorias para quem usa placas de vídeo da companhia. Um novo recurso permite que a CPU acesse mais memória da GPU por vez, o que deve otimizar o desempenho. Tradicionalmente, a unidade de processamento precisa obter dados em blocos de 256 MB, mas agora podem tomar o buffer de quadro inteiro se for necessário. Essa novidade existe há algum tempo nos drivers GeForce Game Ready, mas só chegou agora para o Studio.

Outro novo recurso é Dynamic Boost 2.0, tecnologia que equilibra o gerenciamento de energia entre a CPU, GPU e memória em laptops para ajudar a melhorar o desempenho e a eficiência. Ela agora também vai atuar nos aplicativos voltados para a criação, portanto, se for necessário mais energia na GPU, ela será alocada de forma eficiente.

O Studio oferece drivers e softwares voltados para criação gráfica (Imagem: Divulgação/Nvidia)

A companhia trouxe ainda suporte para virtualização em GPUs da linha GeForce. Isso significa que os usuários do Linux podem habilitar o uso da placa para máquinas virtuais rodando Windows, o que é uma ótima notícia se você deseja usar o sistema sem abrir mão dos aplicativos e jogos exclusivos da plataforma da Microsoft com uso intensivo de vídeo.

Houve também melhorias no desempenho de alguns renderizadores 3D, incluindo o Blender. A expectativa é de uma redução no efeito de ghosting, aquele “borrão de movimento”, em até 41%. Assim, a renderização dos modelos deve ter animações muito mais suaves.

Melhorias nos apps

O Nvidia Decode agora passa a ter suporte à transmissão e gravação em resolução 4K a 120 fps. O novo driver traz desempenho otimizado para dez aplicativos diferentes, como o Adobe Substance e o 3D Stager (agora capaz de iluminar cenas 3D e compatível com ray tracing em tempo real).

O novo Substance 3D Modeler chega em versão beta para permitir a combinação de modelos tridimensionais construídos com a API Vulkan. Os outros aplicativos Substance (Designer, Painter e 3D Sampler) também foram todos otimizados para GPUs da linha RTX.

Por fim, a empresa também destacou o lançamento de vários notebooks Studio, lançados recentemente com GPUs da marca e esse tipo de driver. Isso inclui o Lenovo ThinkPad P1 Gen 4, P15 e P17 Gen 2, novos laptops Dell XPS e Inspiron e computadores Acer ConceptD.

E aí, o que achou do novíssimo Nvidia Canva? Bem impressionante, né? Deixe suas impressões nos comentários.

Fonte: NVIDIA

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.