Amazon recua e desiste de obrigar funcionários a apagarem o TikTok

Por Wagner Wakka | 13 de Julho de 2020 às 11h18
Reprodução/iStock
Tudo sobre

Amazon

Saiba tudo sobre Amazon

Ver mais

A Amazon recuou e disse que não vai mais exigir que seus funcionários apaguem o TikTok de seus smartphones. Na última sexta-feira (10), o The New York Times havia publicado uma reportagem a respeito de um e-mail interno da Amazon que exigia que seus funcionários eliminassem o app por medidas de segurança. Ao The Verge, a companhia confirmou que o e-mail havia sido enviado, mas que se tratava de um erro.

No recado, a companhia avisava: “por conta de riscos de segurança, o app do TikTok não é mais permitido em aparelhos com acesso a e-mails da Amazon. Se você tem o TikTok em seu aparelho, deve removê-lo até 10 de julho para continuar com acesso ao e-mail da Amazon”. A companhia, entretanto, informou que o e-mail foi errado e garantiu que “não houve mudanças em nossas políticas a respeito do TikTok”.

A polêmica surgiu após a descoberta de que o TikTok registrava dados dos usuários, mesmo quando estava rodando em segundo plano. A suspeita é de que isso poderia expor senha e outros dados e que, embora tenha sido descoberto com o iOS 14, é possível que o registro aconteça há tempos.

Um dos recursos de privacidade do novo sistema operacional revela quais apps têm acesso à área de transferência do smartphone. O recurso revelou que o TikTok captura os textos praticamente a cada palavra copiada, o que pode incluir senhas e credenciais. A empresa disse que já eliminou a funcionalidade.

Como o TikTok é um app criado pela companhia chinesa ByteDance, levantou novamente suspeitas de coleta de dados para espionagem. O governo dos Estados Unidos informou já à rede de TV Fox News que pretende banir o TikTok, contudo não ficou claro se seria apenas da administração ou da utilização em todo o país.

Fonte: The Verge, New York Times

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.