Publicidade

Windows 11 terá suporte para comando "sudo" igual o Linux

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 02 de Fevereiro de 2024 às 19h50

Link copiado!

Sunrise King/Unsplash
Sunrise King/Unsplash

A Microsoft começou a testar o suporte nativo ao comando Sudo no Windows 11 em uma versão de preview vazada do Windows Server, que foi acidentalmente carregada nos servidores do Windows Update no fim de semana, segundo informa o Windows Latest.

A função “Sudo” é um comando utilizado em sistemas operacionais baseados em Unix — como Linux e macOS — para permitir que usuários autorizados executem comandos com privilégios de superusuário ou de outro usuário específico. O nome sudo vem do inglês "superuser do" ou "substitute user do".

Sudo no Windows 11

Continua após a publicidade

De acordo com a descoberta do Windows Latest, o comando Sudo será disponibilizado dentro das “Configurações” do Windows 11 em Sistema > Para desenvolvedores. Para habilitar a função será preciso ativar primeiro o “Modo do Desenvolvedor” dentro das configurações dessa mesma seção.

Ao acionar o Sudo, um aviso na tela alerta que “executar o comando pode expor o dispositivo e dados pessoais a riscos de segurança ou danificar o seu aparelho”.

O Sudo permite gerenciar configurações que exigem privilégios administrativos, como desinstalar aplicativos, alterar configurações do sistema, acessar a arquivos e diretórios restritos, adicionar, remover ou modificar usuários e grupos no sistema.

Continua após a publicidade

O acesso ao comando no Windows 11 poderá ser feito pelo Prompt de Comando, PowerShell ou qualquer interface de terminal — no entanto, o Windows Latest nota que os recursos de Sudo ainda não estão liberados na versão prévia vazada.

Também não há uma previsão de quando esse modo privilegiado de acesso será disponibilizado em uma build estável do sistema operacional da Microsoft — se será lançado com o aguardado update 24H2 do Windows 11 ou chegará ao sistema como uma atualização à parte.

Fonte: Windows Latest