Windows 10 | Atualização de outubro deixa verificação de drivers mais rígida

Por Felipe Ribeiro | 16 de Outubro de 2020 às 12h54
Thomas Hawk/ Flickr/ PhotoPin

A Microsoft segue com as atualizações no Windows 10 e, a cada patch novo que chega, mudanças importantes têm ocorrido no funcionamento do sistema operacional. Desta vez, no pacote de outubro, a empresa lançou uma alteração que torna a verificação dos softwares de drivers ainda mais rígida. Na prática, isso tem o objetivo de evitar que malwares explorem esses drivers e comprometam o funcionamento do PC.

Como parte dessas novas melhorias de segurança, a Microsoft diz que o Windows 10 bloqueará os usuários de aplicar OEM (Original Equipment Manufacturer ou Fabricante Original de Equipamento, na tradução livre) ou drivers do fabricante se o Windows não puder verificar o editor do software.

Embora o novo modelo de verificação de driver seja importante para a segurança, essa alteração pode levar a erros de driver no Windows 10 se a Microsoft não conseguir rastrear esses drivers. A empresa, por sua vez, está ciente de duas mensagens de erro que os usuários de todas as versões com suporte do Windows 10 podem ver quando a verificação falha.

As mensagens que podem aparecer são:

  • “O Windows não pode verificar o editor deste software de driver”
  • “Nenhuma assinatura estava presente no assunto”

Ambas as mensagens de erro indicam que o Windows encontrou um arquivo de catálogo formatado incorretamente na validação do driver e a instalação dos drivers falhará. Se você receber os dois erros acima ao instalar os drivers de seu OEM ou site do fornecedor do driver, a Microsoft diz que você precisa entrar em contato com o fabricante e pedir que carreguem o driver com as correções apropriadas. É um pouco chato, é verdade, mas de fundamental importância para um funcionamento seguro de seu computador.

A Microsoft lembra, porém, que apenas drivers antigos podem sofrer algum problema com essa atualização, já que empresas parcerias como AMD, Intel, Nvidia, entre outras já estão com seus drivers devidamente atualizados e alinhados com as novas diretrizes da gigante de Redmond.

Fonte: Windows Latest

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.