Instalação do Windows 11 Home exigirá conexão com a internet

Instalação do Windows 11 Home exigirá conexão com a internet

Por Igor Almenara | Editado por Douglas Ciriaco | 24 de Junho de 2021 às 18h45
Reprodução/Microsoft

Nesta quinta-feira (24), a Microsoft apresentou formalmente o Windows 11, o seu novo sistema operacional. Entre uma série de novidades e uma janela longínqua de lançamento, a companhia deixou passar uma importante informação: além dos requisitos mínimos, será necessário estabelecer conexão com a internet para instalar uma das edições do SO.

Essa seria a versão Windows 11 Home, que provavelmente será a mais popular entre os usuários finais. Em sua página de descrição das novidades e das especificações exigidas para rodar o SO, a companhia determinou que a instalação do sistema “requer conectividade com a internet e uma conta da Microsoft para concluir a configuração do dispositivo no primeiro uso”.

Windows 11 virá com menu Iniciar retrabalhado e melhor gerenciamento de janelas (Imagem: Reprodução/Microsoft)

Para alternar para o modo S do Windows 11 Home também será indispensável estar online. Essa modalidade, por sua vez, é uma versão simplificada do SO focada em segurança e desempenho em uma experiência familiar. Alternativa semelhante também estava disponível no Windows 10.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Os requisitos mínimos exigidos para rodar o W11, no geral, não são tão exigentes. Contudo, as especificações são significativamente maiores do que as da versão anterior. Elas são:

  • Processador 64-bit com 2 núcleos e com 1 GHz de frequência;
  • 4 GB de RAM;
  • 64 GB de armazenamento disponível;
  • GPU com suporte a DirectX 12;
  • Monitor de 9 polegadas ou superior com resolução de 720p;
  • Firmware com suporte a UEFI e Secure Boot;
  • Placa-mãe com TPM 2.0.

A demanda por conexão sugere que a Microsoft colocará a experiência com serviços em primeiro plano com o Windows 11. Anteriormente, a instalação podia ser finalizada com um perfil local, independente de estar online ou não; contudo, logar em uma conta traria vantagens importantes: sincronização de serviços, automação de várias etapas das configurações, download de aplicativos de outras máquinas e por aí vai.

Uma vez instalado, o usuário poderia cortar a conexão com a internet quando quisesse. Não está claro se a ação traria consequências, mas é provável que o sistema operacional tente lembrar o usuário de estabelecer a conexão depois de algum tempo para baixar atualizações de segurança.

O Windows 11 ainda não tem data de lançamento, mas a Microsoft pretende disponibilizá-lo em algum momento no início de 2022. Na semana que vem, o sistema será liberado para o público de forma oficial através do Windows Insider, programa de acesso antecipado da Microsoft.

Fonte: Microsoft

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.