Como gerenciar o histórico da área de transferência do Windows 10

Como gerenciar o histórico da área de transferência do Windows 10

Por Matheus Bigogno Costa | Editado por Bruno Salutes | 09 de Julho de 2021 às 21h00

O Windows 10 é um sistema operacional que oferece aos seus usuários uma série de recursos. Se você constantemente precisa utilizar os comandos “Copiar”, “Colar” ou “Recortar”, provavelmente pode ter perdido alguma coisa importante que foi salva na área de transferência por ter executado um comando errado sem querer.

Por sorte, o sistema permite que você ative e gerencie todo o histórico da área de transferência de maneira rápida e prática. Além disso, este recurso ainda permite sincronizá-los com a nuvem, para que você utilize os itens salvos em outros dispositivos através da conta da Microsoft. Confira abaixo como ativá-lo, usá-lo e sincronizá-lo com a nuvem!

Como gerenciar o histórico da área de transferência do Windows 10

Passo 1: utilize o comando “Windows + V” para abrir a aba da área de transferência. Na janela aberta, clique em “Ativar”.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Aperte o comando "Windows + V" e clique em "Ativar" (Captura de tela: Matheus Bigogno)

Passo 2: sempre que você quiser acessar o histórico, utilize o comando “Windows + V”, então, você poderá visualizar todos os itens salvos na área de transferência, como texto, links e imagens. Para copiar um elemento, basta apenas clicar sobre ele.

Para copiar um item do histórico da área de transferência, basta clicar sobre ele (Captura de tela: Matheus Bigogno)

Passo 3: com o item copiado, você poderá usar o comando “Ctrl + V” para colá-lo onde for mais conveniente.

Cole-o onde for mais conveniente (Captura de tela: Matheus Bigogno)

Passo 4: de volta à aba do histórico, localize um item, clique no ícone de “Três pontos” e, no menu aberto, selecione “Excluir”, “Fixar” ou “Limpar tudo”. O histórico guarda até 25 itens e é apagado sempre que você reinicia o PC, exceto os itens que você optar por fixar. Atingindo o limite, elementos mais antigos serão apagados.

Clique nos "Três pontos" para excluir, fixar ou limpar todo o histórico (Captura de tela: Matheus Bigogno)

Como ativar a sincronização da área de transferência do Windows 10

Se você utiliza a sua conta da Microsoft em mais de um dispositivo, pode ativar a sincronização da área de transferência para acessar os itens salvos em todos eles.

Passo 1: abra o menu “Iniciar” do Windows e clique em “Configurações” ou utilize o atalho “Windows + I”.

Acesse o menu "Iniciar" e selecione "Configurações" (Captura de tela: Matheus Bigogno)

Passo 2: em seguida, selecione o item “Sistema”.

Em seguida, clique em "Sistema" (Captura de tela: Matheus Bigogno)

Passo 3: acesse a aba “Área de Transferência” no menu lateral esquerdo.

Acesse a aba "Área de Transferência" no menu esquerdo (Captura de tela: Matheus Bigogno)

Passo 4: utilize esta aba para desativar o histórico da área de transferência, caso não queira mais utilizá-lo.

Utilize esta aba para ativar ou desativar o histórico da área de transferência do Windows 10 (Captura de tela: Matheus Bigogno)

Passo 5: dentro da seção “Sincronizar entre dispositivos”, faça a verificação em duas etapas e mantenha-o ativado ou desativado, mediante a sua necessidade. Dentro de “Sincronização automática”, selecione se você quer sincronizar todo o histórico ou selecionar o que poderá ser sincronizado.

Ative e gerencie a sincronização entre dispositivos (Captura de tela: Matheus Bigogno)

Importante: o limite de informações salvas é de 4 MB.

Pronto! Agora você pode gerenciar o histórico da área de transferência no seu PC com Windows 10.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.