Publicidade

Atualização do Windows 10 traz melhorias de segurança no Wi-Fi

Por| Editado por Claudio Yuge | 19 de Agosto de 2021 às 14h20

Link copiado!

Windows/Unsplash
Windows/Unsplash

A Microsoft liberou nesta quarta (18) uma nova atualização do Windows 10, ainda em forma preliminar, com incrementos importantes do ponto de vista de segurança. A principal mudança é a proteção maior contra os chamados ataques DragonBlood, que seriam capazes de roubar senhas de Wi-Fi mesmo a partir do protocolo WPA3.

A partir de brechas no cache do sinal e abusos laterais da tecnologia, criminosos seriam capazes de obter credenciais de acesso a uma rede e, a partir daí, iniciar golpes que envolvam a interceptação de dados ou tentativas de intrusão aos dispositivos conectados. A atualização preliminar do Windows 10 resolve isso adicionando um protocolo chamado Hash-to-Element, um padrão que dá maior proteção durante a autenticação e aumenta a resistência aos ataques DragonBlood.

Ainda falando em segurança, a atualização traz também algumas mudanças no uso do Windows Hello para usuários corporativos. A plataforma de biometria ganhou novos padrões de confiabilidade e verificação na nuvem, focados principalmente no uso de soluções de autenticação sem senha, a partir de impressão digital ou reconhecimento facial. A ideia da Microsoft, com o update, é que a configuração de um sistema desse tipo se torne mais simples — com a promessa de finalização em poucos minutos —, bem como mais intuitiva aos usuários, mas sem deixar a segurança de lado.

Continua após a publicidade

Outro grande destaque da atualização é a chegada do suporte à computação de GPU em subsistemas Windows for Linux e Azure for Linux on Windows, agilizando o processamento de sistemas de machine learning e outras plataformas que exijam maior velocidade na análise de dados. Com isso, núcleos de placas de vídeo podem ser utilizados de forma paralela, aumentando a velocidade em ações de alta intensidade.

O update também resolve dezenas de bugs que foram encontrados em versões anteriores de Windows 10, trazendo ainda mais incrementos de segurança e desempenho. Erros que levavam ao travamento de aplicações foram resolvidos, assim como questões relacionadas ao uso excessivo de memória por algumas aplicações do sistema operacional.

A atualização do Windows 10 está disponível para usuários que fazem do programa Insider. A chamada Build 21H2 19044.1200 KB5005101 pode ser baixada de graça para os cadastrados, mas, como em toda versão preliminar desse tipo, pode causar problemas de funcionamento ou interferir em outros aspectos do sistema, por se tratar de uma disponibilização prévia, apenas para usuários avançados, de um software ainda em produção. Por enquanto, não existe previsão de liberação pública do update.

Fonte: Microsoft