Sony confirma estar negociando com a Microsoft para lançar novo Windows Phone

Por Redação | 10 de Janeiro de 2014 às 15h45

"Não queremos mais ser uma fabricante de um único sistema operacional". Com essas palavras, Pierre Perron, chefe da Sony Mobile Europe, confirmou ao TechRadar os rumores que diziam que a companhia estava interessada em lançar um novo smartphone com o Windows Phone em 2014.

"Nós estamos progredindo nas negociações com outros parceiros, inclusive com a Microsoft", disse o executivo. "Estamos aproveitando para discutir sobre a área de dispositivos móveis também. Simplesmente usar o Windows Phone é uma coisa, e outra completamente diferente é pensar no que podemos agregar a ele", revelou Perron.

Ao que tudo indica, a Sony está considerando a possibilidade de adotar o Windows Phone porque o mercado já está lotado de fabricantes que utilizam Android e isso estaria dificultando a obtenção de lucro. "Nós gostamos de trabalhar com o Google, já estamos trabalhando com eles por um bom tempo e temos um certo nível de maturidade que é muito bom. Mas, ao mesmo tempo, o Google tem se relacionado com alguns concorrentes diretos da gente", explicou Perron.

A alternativa mais óbvia, de fato, seria repetir a parceria com a Microsoft, com quem a Sony já trabalhou anteriormente quando lançou o Xperia X1 com Windows Mobile em 2008. Um sucessor do aparelho, o X2, chegou até a ser lançado em 2009, mas desde então a companhia japonesa se concentrou apenas no Android. "Nós não queremos ser uma fabricante de um único sistema operacional, pois não acredito que essa seja uma posição viável em longo prazo", disse Perron ao explicar que, embora a Sony tenha sido bem sucedida com o Android, essa será uma estratégia de segurança para a companhia.

Apesar da revelação, o executivo não forneceu quaisquer detalhes sobre quando a empresa pretende apresentar um dispositivo rodando Windows Phone e limitou-se a reafirmar que as negociações estão progredindo.

A Microsoft, por outro lado, está se esforçando para atrair mais empresas para investir no Windows Phone. Um dos seus principais alvos é a chinesa ZTE, que poderia emplacar o sistema operacional da companhia no mercado chinês de uma vez por todas com aparelhos baratos destinados a um público-alvo menos exigente.

Segundo o The Information, outra alternativa que Bill Gates e companhia estão dispostos a adotar é o corte dos custos de licenciamento do sistema para que outras organizações possam utilizá-lo em novos dispositivos. Há, inclusive, quem diga que tanto o Windows Phone quanto o Windows RT poderão ser oferecidos gratuitamente para os fabricantes de tablets e smartphones.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.