Apollo Moon | Carro autônomo da Baidu pode ser o táxi do futuro

Apollo Moon | Carro autônomo da Baidu pode ser o táxi do futuro

Por Felipe Ribeiro | Editado por Jones Oliveira | 22 de Junho de 2021 às 15h00
Baidu

Após iniciar testes com táxis e ônibus autônomos na China, a Baidu agora parte para o desenvolvimento de mais carros com essa tecnologia. A gigante chinesa anunciou recentemente o lançamento do projeto do Apollo Moon, veículo com nível quatro de operação no ranking de autonomia e que deve ser o primeiro táxi 100% automatizado da China pelos próximos anos.

O Apollo Moon é um SUV elétrico altamente tecnológico projetado para atender às necessidades de transporte em grandes cidades, já que sua autonomia é de 650 quilômetros com uma única carga. Ele será produzido sob a plataforma ANP-Robotaxi em uma parceria da Baidu com a empresa especializada em carros elétricos ARCFOX e a amontadora chinesa BAIC Group. Os custos, segundo a companhia, serão de US$ 74 mil por carro, um terço dos modelos de nível quatro que estão em desenvolvimento na atualidade.

Para situar melhor o leitor do Canaltech, um carro autônomo de nível quatro é o que possui maior capacidade, podendo operar sem qualquer supervisão humana. Além disso, ele será equipado com o que há de melhor em sistemas de segurança, com sensores LiDAR de última geração, conectividade 5G para resgates remotos, interligação com tecnologias de mobilidade urbana, detector de falhas por meio de algoritmos e pacotes de infotenimento.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Outros recursos que também devem aparecer são os avisos de segurança para passageiros, assistentes pessoais e todos os controles do veículo com o uso de smartphones e aplicativos. Tudo isso abastecido com processadores de última geração e poder computacional elevado.

Com o custo de produção reduzido, a Baidu espera que o Apollo Moon seja utilizado na China como um táxi convencional, só que autônomo. A expectativa é que, até 2024, mais de mil unidades estejam em operação nas principais cidades do país, complementando o que a empresa já tem feito em Pequim, por exemplo, onde testa o Apollo Go, seu serviço de robo-táxi.

Imagem: Baidu

Até o momento, a Baidu Apollo, divisão de carros autônomos da empresa, recebeu 2.900 patentes por sua tecnologia de direção inteligente. Sua frota de veículos autônomos já percorreu mais de 12 milhões de quilômetros e, atualmente, os testes seguem no ritmo de 40 mil quilômetros por dia, o equivalente a uma volta na Terra. A expectativa é que, além dos Apollo Moon, outros carros possam usufruir das tecnologias desenvolvidas pela Baidu na China. A meta da empresa é de 500 mil veículos equipados com esses sistemas até 2025.

Fonte: FutureCar

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.