Quais as diferenças entre as tecnologias miniLED e microLED

Por Lu do Magalu | 04 de Junho de 2021 às 17h19
Divulgação/Samsung

Oi, gente! Existem tantos tipos de tela, né? OLED, QLED, miniLED e até mesmo microLED. Essas tecnologias de tela estão em muitos lugares: TVs, monitores, smartphones, tablets… mas, apesar delas terem muito em comum por conta dos painéis de LED, elas também são bem diferentes. 📱

Ah! E elas às vezes podem até acabar sendo confundidas. Como é o caso das TVs de miniLED e microLED. Por isso, hoje vamos falar das diferenças entre essas duas tecnologias. Dá só uma olhadinha! 😉

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

miniLED x microLED: quais as diferenças entre as duas tecnologias

Gente, essas duas tecnologias têm demonstrado como será o futuro das telas. Só que mesmo as duas telas usando LED, elas possuem uma diferença muito importante. Olha só!

A principal diferença entre essas duas tecnologias, é o tamanho do Pixel de LED. Por exemplo, nas telas de QLED podemos encontrar uma TV que une a tecnologia Quantum (pontos quânticos) a um painel de LED tradicional. Cada pixel desse LED tradicional tem entre 8 mm a 20 mm cada. O que já é bem pequeno, né?

Só que as telas de miniLED chegam a ser 40 vezes menores com um tamanho de 0,2 mm por pixel. Além disso, eles funcionam de forma individual, ou seja, cada pixel produz contrastes, cores e criam imagens mais definidas.

E se o miniLED já é pequeno, imagina o microLED? As telas de microLED contam com pixels de LED 100 vezes menores que o tamanho dos tradicionais. Isso significa que eles têm entre 0,08 e 0,2 mm, sendo menores que grãos de areia.

Só que você pode estar se perguntando: — Lu, mas, por que fazer telas com pixels menores? Olha só! É porque essa tecnologia consegue melhorar muito a experiência de quem está assistindo TV.

Imagina quantos pixels de microLED podem existir em uma tela de 110 polegadas? Cada um deles emitindo sua própria luz para criar imagens mais ricas em detalhes. Ah! E elas também conseguem criar pretos mais profundos, apagando pixels em áreas escuras. Isso mostra como as telas têm ficado cada vez mais inteligentes. Por isso, essa tecnologia é bem legal. 💙

Gostou dessa matéria? Compartilhe com seus amigos, pode ser que eles ainda não saibam a diferença entre essas duas tecnologias. 🥰

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.