Tela e-ink da TCL promete suporte a vídeos coloridos em alta definição

Por Rubens Eishima | 03 de Setembro de 2020 às 13h24
TCL
Tudo sobre

TCL

Saiba tudo sobre TCL

Ver mais

A TCL anunciou em sua conferência na feira de eletrônicos IFA sua nova tecnologia que promete revolucionar a tela em tablets. Batizada de NXTPaper, a novidade combina algumas das vantagens da tecnologia e-ink — como baixo consumo de energia e boa legibilidade — com a capacidade de exibição de vídeos em alta definição.

Após o sucesso do e-ink em leitores digitais como Kindle e Kobo, esperava-se que logo a tecnologia evoluiria para permitir display coloridos e novos tipos de conteúdos. Apesar de alguns modelos com o recurso, a taxa de atualização dessas telas inviabiliza a exibição de vídeos, o que manteve o componente longe de tablets domésticos.

Segundo a TCL, o NXTPaper combina características das telas tradicionais com as do papel, oferecendo uma resolução FullHD em um componente capaz de exibir uma gama completa de cores simulando a aparência de uma folha.

Camada reflexiva dispensa o uso de retroiluminação LED (imagem: TCL)

A técnica adotada pela empresa aproveita a luz natural do ambiente, dispensando o uso de uma fonte de iluminação atrás da tela — geralmente LED nas telas de LCD mais recentes. O resultado, segundo a fabricante, é um maior conforto visual, sem os famigerados danos causados pela luz azul.

Outras vantagens listadas para a tecnologia incluem contraste e ângulo de visão melhorados em relação a painéis LCD tradicionais. Além disso, por dispensar o uso da retroiluminação, a NXTPaper pode ser até 36% mais fina que uma tela com LED.

Apesar do anúncio, tecnologia não tem previsão de chegada ao mercado (imagem: TCL)

Assim como no e-ink, a nova tecnologia da TCL promete maior eficiência energética, com um consumo 65% menor que uma tela LCD. A característica permite o uso de baterias menores e mais finas.

A TCL não anunciou em qual modelo usará a tecnologia nem deu uma previsão de quando o NXTPaper deve chegar ao mercado, limitando-se a informar que isso acontecerá “em um futuro próximo”. De qualquer forma, o mundo dos leitores digitais parece ter um futuro bem interessante pela frente.

TCL 10 TabMax e TabMid

A apresentação da TCL teve ainda o anúncio de dois tablets intermediários, ambos usando uma tela LCD tradicional: o TCL 10 TabMax e o TCL 10 TabMid.

O primeiro modelo inclui um display de 10,4 polegadas com resolução FullHD+ e vem acompanhado de uma caneta TCL Stylus para desenho, escrita e rabiscos na tela. Para uso em ambientes de trabalho, a marca destacou o sistema duplo de microfones, que permite reduzir a captação de ruído durante videoconferências. Ainda tratando de trabalho, o TCL 10 TabMax inclui aplicativos de produtividade do Google e da Microsoft.

TCL 10 TabMax inclui acessório TCL Stylus (imagem: TCL)

Na parte de entretenimento, o modelo inclui um modo Kids, com visual ajustado para os pequenos e, claro, controles parentais para monitorar o uso do tablet, recursos cada vez mais populares em tempos de distanciamento social.

O modo para crianças também será oferecido pelo tablet básico TCL 10 TabMid que, apesar do nome, traz uma tela LCD IPS de 8 polegadas e resolução FullHD. Além do modo Kids, o tamanho e peso (325 gramas) parecem mais apropriados para o uso pela criançada, enquanto a bateria de 5.500 mAh oferece uma autonomia de uso para “o dia inteiro”.

TabMid traz tela de 8 polegadas e processador Snapdragon 665 (imagem: TCL)

Os novos tablets da TCL chegam às lojas europeias no último trimestre — não há previsão de lançamento para outros mercados —. Os preços sugeridos são os seguintes:

  • TCL 10 TabMax 4G: € 299 (cerca de R$ 1.880);
  • TCL 10 TabMax Wi-Fi: € 249 (R$ 1.570);
  • TCL 10 TabMid Wi-Fi: € 229 (R$ 1.450).

Fonte: TCL

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.