Tablet Mi Pad 5 tem imagens e especificações reveladas em vazamento; confira

Por Diego Sousa | 26 de Fevereiro de 2021 às 10h20
Reprodução/Gizchina

No começo de fevereiro, o CEO da Xiaomi, Lei Jun, havia confirmado que a companhia pretendia reviver duas linhas de produtos neste ano, entre elas a de tablets Mi Pad. Agora, as primeiras informações sobre o retorno da chinesa ao segmento foram divulgadas no microblog Weibo — e elas são bastante promissoras.

Segundo as imagens, o Mi Pad 5 (nome não confirmado) terá um design inspirado no Mi 11, atual principal topo de linha da Xiaomi. O módulo fotográfico na traseira adota o mesmo formato arredondado do smartphone, mas agrupa apenas duas câmeras, uma Sony IMX596 de 20 MP e uma ultrawide/macro de 13 MP.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Na parte da frente, pode-se observar a interface MIUI adaptada para tablets com bastante semelhanças ao iPadOS da Apple. Ao que tudo indica, o Mi Pad 5 será voltado ao segmento topo de linha, portanto a tela deve trazer resolução 2K e 144 Hz de taxa de atualização em cima de um painel IPS LCD — configurações parecidas com as do Mi 10T Pro. Além disso, a sensibilidade ao toque de 480 Hz deve dar mais responsividade na hora de jogar ou navegar no sistema.

(Imagem: Reprodução/Weibo/Gizchina)

Por dentro, o Mi Pad 5 deve trazer o processador Snapdragon 870 da Qualcomm, que traz oito núcleos rodando a mais de 3 GHz. Se confirmado, seria um avanço considerável em relação aos Mi Pad 4 e 4 Plus, lançados em 2018 com modelos da linha Snapdragon 600 da empresa norte-americana. O tablet deve chegar ao mercado em múltiplas combinações de RAM e armazenamento interno; confira abaixo, seguidas pelos seus supostos preços:

  • 8 GB de RAM + 128 GB de armazenamento: 3.999 yuan chinês (CNY) (cerca de R$ 3,4 mil em conversão direta);
  • 8 GB de RAM + 256 GB de armazenamento: CNY 4.299 (R$ 3,6 mil);
  • 12 GB de RAM + 512 GB de armazenamento: CNY 4.999 (R$ 4,3 mil);
  • 16 GB de RAM + 1 TB de armazenamento: CNY 5.499 (R$ 4,7 mil).

Infelizmente, a Xiaomi ainda não confirmou quando fará sua reestreia do mercado de tablets, por isso as informações acima não passam de rumores. Mas bem que seria interessante ver outra fabricante apostando no segmento topo de linha de tablets, atualmente dominado apenas por Apple e Samsung. O que você acha? Conte-nos abaixo, no campo dos comentários.

Fonte: Gizchina

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.