O Modo Escuro realmente economiza a bateria do celular?

O Modo Escuro realmente economiza a bateria do celular?

Por Kris Gaiato | Editado por Guadalupe Carniel | 06 de Outubro de 2021 às 21h00
Sten Ritterfeld/Unsplash

O modo escuro se tornou uma parte quase orgânica da rotina dos usuários. Em razão disso, a impressão que fica é de que essa tecnologia sempre esteve presente. No entanto, ela ainda é bastante nova. Você pode não se lembrar, mas o modo escuro chegou nos celulares há pouquíssimo tempo. Em 2018 no Android (a partir do Android 9 Pie) e, um ano depois, nos iPhones (com o iOS 13).

Devido ao curto tempo de "carreira", ainda existem muitas dúvidas sobre essa tecnologia e um dos maiores questionamentos dos usuários é: quanto de bateria o modo escuro economiza? Ao contrário do que muitos pensam, a resposta para essa pergunta não é óbvia, tampouco rápida.

Afinal, quanto de bateria o modo escuro economiza?

A importância do display

Além dos sistemas operacionais, aplicativos também passaram a oferecer dark mode. (Image: Reprodução/Rami Al-zayat/Unsplash)

Além do apelo visual e dos benefícios para a saúde dos olhos, o modo escuro é conhecido por reduzir o gasto de bateria dos aparelhos. Experimente perguntar a um usuário os motivos pelos quais ele prefere deixar a tela escura… Certamente um desses aspectos estará presente na justificativa.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Infelizmente, não são raros os casos em que usuários ativam o dark mode sob a promessa de ganhar mais tempo de tela e, no final das contas, a bateria se comporta da mesma maneira. Isso ocorre porque nem todo aparelho gera tal otimização, apenas os que possuem telas OLED.

Mas, para explicar a razão disso, é preciso voltar algumas casas no tabuleiro e abordar a estrutura da tecnologia (que é uma evolução do LED). A famosa sigla significa Organic Light-Emitting Diode, ou Diodo Emissor de Luz Orgânica, em português. Como o nome já sugere, esse tipo de display utiliza diodos emissores (e não cristais líquidos, como as telas LCD) e, em razão disso, dispensa a existência de uma luz de fundo.

Desse modo, apenas áreas que realmente precisam de luz são iluminadas — o que não inclui pixels pretos. Bom, você já compreendeu o funcionamento da tecnologia OLED, mas como o modo escuro entra nessa equação? É simples: quanto mais áreas escuras existirem na tela, menor será o gasto de energia para iluminá-la.

Qual é o impacto do modo escuro na bateria?

O modo escuro realmente otimiza o gasto de bateria? Se sim, quanto? (Imagem: Reprodução/Mishaal Zahed/Unsplash)

Para medir como o modo escuro afeta o gasto de bateria, pesquisadores da Universidade de Purdue (Indiana, EUA) analisaram o comportamento dos celulares Pixel 2, Moto Z3, Pixel 4 e Pixel 5 durante o uso de seis aplicativos do Google (Calculadora, Calendário, Mapas, Telefone, Notícias e YouTube).

Aliás, ainda que o estudo não tenha incluído celular da Apple, vale destacar os aparelhos da marca são equipados com tela OLED desde o iPhone X, lançado em 2017. Portanto, os resultados devem ser considerados também nos modelos da Maçã.

A pesquisa, que foi divulgada em Julho de 2021 durante a conferência MobiSys ’21, indicou que o gasto de energia de telas OLED varia entre 44% e 73% da carga total quando o dispositivo está no modo claro e com o brilho no nível máximo. Contudo, no modo escuro foi registrado um gasto médio de 42%.

Embora esses números pareçam muitos promissores, eles não correspondem à realidade dos usuários, que raramente utilizam o brilho dos seus aparelhos em 100%. Em razão disso, a pesquisa incluiu outros cenários: com o brilho em 50% e em 30%. Com a primeira configuração, a economia de energia despencou para 8,5% e, na segunda, abaixo de 5%.

Nesse sentido, a não ser que você utilize o seu celular com o brilho máximo, deixar a tela toda escura não fará diferenças significativas.

Fonte: Universidade de Purdue; Business Insider; Forbes

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.