Google Meet: 5 dicas para organizar e transmitir aulas online

Por Matheus Bigogno Costa | 19 de Maio de 2020 às 11h40
Tudo sobre

Google

Saiba tudo sobre Google

Ver mais

Muitos professores tiveram que mudar suas atividades para ambientes virtuais e começaram a utilizar ferramentas de ensino a distância, por conta da quarentena decretada após a pandemia do novo coronavírus (COVID-19). Esta mudança impactou não só o cronograma de aulas, mas a forma como elas serão ministradas.

Para os profissionais que usualmente passam maior parte do tempo em sala de aula e não estão acostumados a ferramentas de chamada de vídeo, pode ser difícil se adaptar ou até mesmo conhecer todos os recursos que estas plataformas têm à disposição.

Se você gostaria de utilizar o Google Meet como plataforma para transmitir as suas aulas online, confira neste artigo cinco dicas de como utilizar a plataforma.

1. Faça a integração do Google Agenda com o Google Meet

Uma das grandes vantagens presentes nas ferramentas do Google é a sua capacidade de integração. Se você possui todas as suas aulas programadas no Google Agenda, pode configurar uma videoaula no Google Meet direto da plataforma.

Para fazer isto, basta apenas selecionar um horário e criar um evento normalmente no Google Agenda. Antes de salvar, clique em “Adicionar videoconferência do Google Meet” e um link para a plataforma será criado. Para ingressar na videoaula basta apenas clicar neste link e compartilhá-lo com seus alunos.

Quando você cria um evento no Google Agenda, pode adicionar uma sala no Google Meet (Captura de tela: Matheus Bigogno)

2. Transmita a tela do seu PC

Muitas vezes, utilizar só o recurso de vídeo não é o suficiente para deixar uma aula completa. Por isso, o Google Meet permite que os professores compartilhem a tela do seu PC, caso tenham preparado alguma apresentação de slides ou imagens para complementar o conteúdo.

Para realizar esta ação, basta clicar em “Apresentar agora”, escolher “A tela inteira” ou “Uma janela”, selecione a imagem ou a apresentação de slides e clique em “Compartilhar”. Caso você esteja utilizando o Google Chrome, também estará disponível a opção “Uma guia do Chrome”.

Você pode compartilhar a tela com os alunos clicando em "Apresentar agora" (Captura de tela: Matheus Bigogno)

3. Visualize apenas a sua tela enquanto fala

Para os professores que estão utilizando a câmera ou apresentando tela, é crucial que sejam capazes de ver tudo o que está sendo exibido para os alunos. Às vezes, quando um aluno fala, o ícone dele pode ser exibido na tela, retirando o conteúdo que o professor está exibindo.

Uma boa forma de evitar este tipo de problema é deixar fixado uma pessoa específica da chamada. Esta função serve para os professores e alunos, pois eles também precisam prestar atenção e não perderem o conteúdo que está sendo passado.

Para fazer isso, clique no ícone de “Pessoas” no canto superior direito da página e clique sobre a imagem ou ícone do participante que você quer fixar.

Você pode fixar na tela tudo o que você está exibindo para seus alunos (Captura de tela: Matheus Bigogno)

Você ainda pode realizar a mesma ação clicando na seta para baixo em qualquer perfil e selecionando no ícone de “Pino”.

Você ainda pode utilizar outros métodos para fixar uma pessoa específica (Captura de tela: Matheus Bigogno)

4. Mute os participantes e abra perguntas nos comentários

Em videoaulas é recomendado que os alunos desabilitem a câmera e fechem seus microfones para que apenas os professores sejam vistos e ouvidos. No entanto, mesmo que os professores peçam, alguns alunos acabam se esquecendo de fazer isso.

Barulhos externos à videoaula podem atrapalhar o andamento da explicação dos professores e podem até mesmo atrapalhar os colegas que estão assistindo à aula. Caso isso esteja acontecendo, os próprios professores podem silenciar alguns dos participantes da chamada.

Para fazer isso, basta apenas acessar a aba de "Pessoas", clicar na seta para baixo e clicar no ícone "Microfone" para que o participante seja silenciado. Caso ele queira utilizar o microfone, basta apenas habilitá-lo na sua própria tela de chamada.

Você pode desativar o som de algum participante caso a pessoa tenha esquecido (Captura de tela: Matheus Bigogno)

Para evitar que os alunos interrompam uma explicação para fazerem perguntas, os professores podem pedir para que eles escrevam as dúvidas no chat lateral do Google Meet. Quando a explicação for finalizada, os professores poderão ler o chat e ir sanando as perguntas de seus alunos.

Você pode pedir que os alunos utilizem o chat para tirar suas dúvidas e não interromperem a aula (Captura de tela: Matheus Bigogno)

5. Grave a sua aula no Google Drive

Geralmente, as videoaulas são transmitidas ao vivo para os alunos. Mas, caso os professores queiram gravá-las, editá-las e disponibilizá-las em alguma plataforma, eles podem fazer isso.

O Google Meet permite que a aula seja gravada diretamente no Google Drive, gerando um arquivo de vídeo e de texto, contendo todos os comentários que foram feitos no chat. Este recurso ainda permite que o áudio de cada integrante da chamada seja gravado separadamente, para que fique mais fácil editar depois.

Se você quiser disponibilizar esta aula depois, pode gravá-la diretamente no Google Drive (Captura de tela: Matheus Bigogno)

Pronto! Agora você utilizar algumas das funções e ter mais opções ao transmitir as suas videoaulas utilizando o Google Meet.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.