Como criar uma máquina virtual com o VirtualBox

Por Ultradownloads

Já quis testar um novo sistema operacional e não sabia como? Ou quis utilizar um software que só funciona em uma outra plataforma e não quer abandonar o Windows? As máquinas virtuais resolvem estes e muitos outros problemas, e neste tutorial o Canaltech te explica como criar uma.

Neste exemplo utilizamos o VirtualBox, software gratuito de virtualização originalmente desenvolvido pela Sun Microsystems e hoje mantida pela Oracle Corporation. Confira!

Parte 1 - Criação do disco virtual

Depois de instalado, abra o VirtualBox e clique em "Novo" para iniciar o processo de criação.

1 - Tela inicial do VirtualBox

Agora é a hora de descrever a sua máquina virtual, entrando com um nome para identificá-la e selecionando as opções de "Sistema Operacional" e "Versão" mais próximas quanto possível para que o programa selecione as melhores opções nas próximas etapas.

2 - Nova Máquina Virtual

Ao alocar uma determinada quantidade de memória, lembre-se de que essa mesma quantidade não estará mais disponível para o Windows enquanto a máquina virtual estiver ligada. Se for instalar uma versão do Linux, 512 MB já é suficiente. Para uma versão do Windows 7, tente utilizar pelo menos 1 GB.

3 - Quantidade de memória

Nessa etapa o programa pede que se crie um novo disco virtual, que será visto como um arquivo para o sistema, mas será o tamanho que a nova máquina virtual terá disponível.

4 - Criação do novo disco virtual

Na escolha do formato, deixe o padrão do programa (VDI - VirtualBox Disk Image), pois os outros são utilizados para finalidades específicas.

5 - Tipo de disco

Na seção detalhes de disco, a opção "Dinamicamente alocado" vai ocupando espaço conforme a demanda até chegar ao limite que será escolhido na próxima tela (8 GB, no caso), economizando espaço em disco. No "Tamanho Fixo", um disco virtual do tamanho especificado é criado de uma vez só.

6 - Fixamente alocado

Agora crie um disco do tamanho que achar que preencherá suas necessidades. Em nosso exemplo escolhemos 8 GB.

7 - Tamanho do disco

A próxima janela mostra apenas um sumário das configurações escolhidas. Se tudo estiver certo, basta clicar em "Criar".

8 - Sumário

Agora a máquina virtual está criada, mostrada com o status "Desligada". Basta selecioná-la e clicar em "Iniciar" para ligá-la.

9 - Máquina virtual criada

Parte 2 - Escolha da imagem do sistema operacional

Ao iniciar a máquina virtual pela primeira vez, o "Assistente de Primeira Execução" aparecerá para selecionar qual sistema operacional deverá ser iniciado.

10 - Assistente de primeira execução

Agora clique no ícone na forma de pasta com uma seta verde para cima para abrir o Windows Explorer e selecionar o arquivo.

11 - Selecionar mídia

Agora selecione a imagem do sistema operacional que deseja instalar. Em nosso exemplo, utilizamos uma imagem minimalista do Linux conhecida como TinyMe.

12 - Seleção de imagem

Agora um sumário final é mostrado com todos os detalhes do arquivo e dando algumas informações importantes.

13 - Sumário final

E pronto! A máquina virtual está preparada para entrar em processo de boot e ser instalada.

14 - Boot

A grande vantagem das máquinas virtuais é que é possível criar quantas delas forem necessárias com diferentes perfis de hardware e inclusive rodar várias simultaneamente. Nos próximos tutoriais mostraremos como achar o perfil ideal para cada sistema e como habilitar todos os recursos disponíveis.

Conseguiu realizar todos os passos? Qual máquina virtual pretende instalar?

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.