Backup ou sincronização: quais são as diferenças?

Backup ou sincronização: quais são as diferenças?

Por Matheus Bigogno Costa | 20 de Agosto de 2020 às 22h00
Matheus Bigogno/Canaltech

Em um mundo digital e altamente conectado, é muito raro encontrar aqueles que não tenham precisado fazer um backup ou uma sincronização de seus arquivos. Embora ambas as ações sejam, erroneamente, atribuídas como similares, elas são bastante diferentes entre si.

Por isso, é muito importante estar atento ao que cada uma faz, para que não haja mais dúvidas. Se você quer saber quais as diferenças entre backup e sincronização, confira essas informações logo abaixo!

O que é backup

Backup é um recurso recorrente em tecnologia da informação e seu significado mais direto é: "cópia de segurança". Sendo assim, fazer um backup dos seus arquivos significa que você está realizando uma cópia exata dos dados para outro lugar, por questões de segurança.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

O uso do backup está ligado diretamente ao gerenciamento de dados e informações. Ou seja, com uma cópia de segurança dos dados, é possível conseguir formas de recuperar conteúdos perdidos, corrompidos ou apagados sem a intenção.

Ao fazer backup de arquivos, você está criando uma cópia exata deles em outro lugar (Imagem: Rahul Chakraborty/Unsplash)

Durante o convívio com a tecnologia, pode ser comum se deparar com diversas utilizações do recurso, como fazer um backup de fotos, mensagens, apps, etc.

O que é sincronização

Já a sincronização tem a finalidade de manter, de maneira simultânea, informações em dispositivos diferentes. Ou seja, ela funciona como um espelho dos arquivos, permitindo acessá-los e editá-los em dois ou mais aparelhos.

Ao sincronizar uma foto ou outros arquivos na nuvem, por exemplo, será possível visualizá-la no celular, no tablet, no PC e em vários locais aos quais você tenha acesso à sua conta, enquanto o recurso estiver ativado. Ao desativar a sincronização, você não estará perdendo dados, mas sim parando de compartilhá-los entre dispositivos.

Ao sincronizar seus arquivos, você poderá acessá-los em diversos dispositivos simultaneamente (Imagem: Reprodução/Apple)

É comum que usuários utilizem a sincronização para visualizar arquivos em multiplataformas, como o Google Drive ou iCloud, mas também é possível sincronizar a conta de navegadores, como o Google Chrome ou o Microsoft Edge, para acessar histórico e favoritos em outros locais.

Backup ou sincronização: quais as diferenças?

Existem diferenças significativas no uso dos dois recursos. Como dito acima, através do backup, você estará armazenando uma cópia segura dos dados em um mesmo dispositivo ou na nuvem. Ao utilizar a sincronização, você estará disponibilizando o acesso dos dados em outros dispositivos.

O principal ponto positivo do backup, é justamente poder recuperar dados que foram perdidos ou corrompidos, com a garantia de que eles estarão exatamente como foram salvos; algo que não acontece com a sincronização, visto que, caso algo seja perdido em um dispositivo, ele também será perdido em outro.

Por outro lado, a sincronização é uma ótima ferramenta para aqueles que precisam gerenciar arquivos em diversos dispositivos — especialmente se uma grande equipe também precisa acessá-los e editá-los simultaneamente.

Pronto! Agora você sabe um pouco mais sobre quais são as diferenças entre backup e sincronização.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.