Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Samsung pode desistir de Galaxy Watch "Ultra" com tela micro LED em 2025

Por| Editado por Wallace Moté | 22 de Março de 2024 às 10h18

Link copiado!

Samsung
Samsung
Galaxy Watch Ultra

Nos últimos meses noticiamos que a Apple tinha como plano substituir o painel OLED de seus relógios inteligentes pelo display micro LED para fornecer mais brilho à tela, mas o alto custo de produção aliado à extrema dificuldade de fabricação a fez adiar a estreia do projeto. E parece que a Samsung estaria ponderando fazer o mesmo.

De acordo com uma publicação do confiável informante Revegnus no X (antigo Twitter), a Samsung vem desenvolvendo uma tela micro LED para o Galaxy Watch "Ultra” com objetivo de lançamento no próximo ano, mas sua estreia é incerta.

Continua após a publicidade

Segundo o rumor, o fracasso do projeto da tela micro LED do Apple Watch pode reverberar nos planos da Samsung, uma vez que ambas as empresas possuem um cronograma de lançamento muito semelhante e a Apple optou por seguir adotando a tela OLED.

Sendo assim, não sabemos se o primeiro Galaxy Watch com tela micro LED ainda pode estrear em 2025 mesmo com o alto custo e as dificuldades de fabricação ou se a Samsung dará o braço a torcer e seguirá os passos da Apple, adiando o lançamento para os anos seguintes.

Micro LED é o futuro?

Continua após a publicidade

O desafio da tecnologia micro LED é tamanho que, no ano passado, a Samsung lançou no Brasil sua primeira televisão com a impressionante tecnologia de tela em versão de 110 polegadas pelo valor de R$ 999 mil.

O painel micro LED tem funcionamento semelhante ao OLED, onde cada pixel possui um circuito próprio que acende de forma individual. Isso resulta em pretos reais e brilho extremo, mas sem preocupações com burn-in.

A complexidade de montagem do display é tão grande que este é o motivo de TVs com a tecnologia de tela adotarem tamanhos muito superiores às convencionais TVs de 55 a 78 polegadas.

Ainda assim, empresas têm investido alto na tecnologia. A Apple quer substituir o OLED pelo micro LED no iPhone e teria investido US$ 1 bilhão em pesquisa e desenvolvimento para tornar o plano em realidade.

Continua após a publicidade

Implementar uma tecnologia dessa em painéis inferiores a 2 polegadas é ainda mais complicado, e por isso sua estreia em dispositivos compactos pode levar mais alguns anos.