Pixel Watch: primeiro relógio do Google volta a protagonizar vazamentos

Por Diego Sousa | Editado por Wallace Moté | 09 de Abril de 2021 às 15h10
Reprodução/Jon Prosser

Rumores sobre um possível Pixel Watch, primeiro relógio inteligente do Google, rondam a internet desde 2018. Na época, a própria empresa afirmou que não lançaria o smartwatch devido ao desempenho abaixo do esperado do sistema WearOS, mas parece que agora não tem desculpa: Jon Prosser, um popular informante da indústria, revelou que tem imagens, informações e vídeos de alta resolução do possível lançamento.

Para atiçar a curiosidade dos entusiastas de tecnologia, Prosser compartilhou nesta quinta-feira (8) uma imagem no Twitter que mostra o relógio com um botão físico na lateral do dispositivo, provavelmente em formato de coroa rotativa, semelhante ao presente no Apple Watch.

Já nesta sexta-feira (9), o informante revelou alguns detalhes sobre o smartwatch. Ao que parece, o Pixel Watch terá uma tela circular com moldura metálica e vidro com tecnologia 2.5D, o que promete ajudar diminuir o dano causado por quedas. Como era esperado, o produto deve sair de fábrica com o sistema WearOS, mas uma versão completamento renovada.

Prosser não deu mais detalhes sobre as possíveis melhorias na interface e funcionalidades do novo WearOS, porém as renderizações divulgadas por ele mostram, pelo menos, alguns dos mostradores que devem ser disponibilizados junto ao SO; confira abaixo:

Além do software renovado, parece que o Pixel Watch deve ter foco em customização, de acordo com as renderizações divulgadas pelo informante. Ele afirma que o Google planeja lançar cerca de 20 pulseiras para o Pixel Watch, que se diferiria somente pelas cores, mesmo.

Infelizmente, o Google ainda não confirmou a existência do relógio inteligente, portanto deve-se levar as informações acima como apenas um rumor de mercado. A previsão é de que o Pixel Watch seja apresentado somente em outubro, ou seja, provavelmente ao lado do futuro Pixel 6. Vale lembrar que, entre os dias 18 e 20 de maio, o Google realizará a conferência Google I/O, quando deve apresentar mais novidades sobre o futuro Android 12.

O Pixel 5a, próximo smartphone intermediário da fabricante, também é esperado para a ocasião, embora somente para o mercado norte-americano, em um primeiro momento.

Confira o vídeo completo com mais detalhes sobre o Pixel Watch:

Mercado em alta

Se confirmado, a estreia do Google mercado de smartwatches não seria à toa: o setor vem tendo vendas surpreendentes desde o começo de 2020, quando a pandemia de COVID-19 teve início, o que fez com que muitas fabricantes começassem a apostar no segmento — recentemente, a chinesa OnePlus anunciou seu primeiro smartwatch com oxímetro e 110 modos de esporte.

Segundo um estudo feito pela IDC Brasil, uma das principais empresas de pesquisa de mercado do território nacional, o setor de wearables teve vendas surpreendentes em 2020, ano marcado pela pandemia de COVID-19. O estudo apontou que vários fatores contribuíram para o crescimento agressivo do mercado de dispositivos vestíveis: a preocupação com a saúde, que estimulou os consumidores a comprarem pulseiras e relógios inteligentes que monitoram diversos tipos de atividades físicas e a saúde; e a mudança de hábito nos âmbitos profissional e pessoal.

O Canaltech está atento aos vazamentos e trará todas as informações em primeira mão para você, portanto continue acompanhando o site!

Fonte: Jon Prosser  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.