Xiaomi Redmi Note 6 e Pocophone F1 chegarão ao Brasil a "preços justos", diz DL

Por Thaís Augusto | 20 de Fevereiro de 2019 às 15h04
Tudo sobre

Saiba tudo sobre Pocophone F1

Ficha técnica

Conforme você leu aqui no Canaltech, a fabricante de celulares Xiaomi voltará ao Brasil em março deste ano com os smartphones Redmi Note 6 Pro e Pocophone F1. Os produtos serão vendidos pelo grupo de eletrônicos DL. É a segunda tentativa da Xiaomi de entrar no mercado nacional, já que, em 2015, a empresa surgiu com uma estratégia de venda online, mas, aos poucos, desapareceu. Agora, os smartphones serão colocados à venda no varejo.

O Canaltech conversou com o gerente de produtos da DL, Luciano Neto, sobre a venda dos smartphones por aqui. Os dois modelos serão vendidos, inicialmente, nas regiões Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste.

"No Brasil, existe uma demanda por aparelhos com uma configuração intermediária e superior. Além disso, há uma presença de fãs da Xiaomi, ansiosos pelos smartphones e por um canal oficial da marca no país", disse Neto ao explicar os motivos da parceria.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Ele conta que a DL decidiu escolher aparelhos com a configuração de 4GB de RAM e 64GB de armazenamento. "Nesta faixa podemos ofertar produtos bons com preços justos".

O preço dos aparelhos continua um mistério, mas a Xiaomi vai enfrentar a concorrência dos próprios smartphones da marca que são vendidos pelo Mercado Livre e marketplaces. Por outro lado, os produtos comprados diretamente pela DL têm garantia em caso de defeitos, por exemplo.

De acordo com Neto, os preços dos smartphones ainda não foram fechados, mas ele garante um "excelente custo-benefício" aos consumidores.

Além disso, os produtos vendidos pela DL serão homologados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Assim, não correm risco de serem bloqueados, como acontece com alguns produtos importados.

"Se a tela do smartphone quebrar, temos suporte em nível nacional com peças genuínas", contou Neto. "Nosso consumidor também tem a garantia que o aparelho funcionará seguindo o padrão de tomadas do Brasil, além de um atendimento especializado pelo 0800".

A Xiaomi é a quarta maior fabricante de celulares do mundo e vive a fase positiva das fabricantes chinesas, como a Huawei, que estão expandindo seus negócios e conquistando o público.

Conheça os celulares que serão lançados no Brasil e por quanto já são vendidos por aqui de forma não-oficial:

Redmi Note 6 Pro

O Redmi Note 6 Pro utiliza o sistema operacional MIUI, criado pela Xiaomi, mas baseado no Android. Com isso, a interface do aparelho é mais limpa e conta com recursos otimizados, como a captura de tela com uma mão e a inteligência artificial nas câmeras.

O smartphone tem tela infinita de 6.26 polegadas com tecnologia Corning Gorilla Glass, que garante a resistência do vidro contra quedas e arranhões. A memória interna é de 64GB, 4GB de memória RAM e processador Qualcomm Snapdragon 636.

O aparelho conta ainda com quatro câmeras. São duas câmeras frontais com 20MP e 2MP com tecnologia que permite alto foco e reconhecimento facial. Na traseira, outras duas câmeras têm 12MP e 5MP. O recurso grava vídeos em Full HD e tem flash de duplo LED.

A bateria é de 4.000 mAh (medida usada para indicar a eficiência de carga do smartphone). A potência permite que o celular aguente até 24h de uso.

Preço competitivo em canais não-oficiais

O smartphone chega para rivalizar com o Motorola Moto Z3 Play. No Mercado Livre, o Redmi Note 6 Pro pode ser encontrado com preços a partir de R$ 910 na versão com 64GB.

Pocophone F1

O Pocophone F1 é um smartphone Android topo de linha. O aparelho é equipado com o poderoso processador Qualcomm® SnapdragonTM 845, um octa core com processamento de 2.8GHz. É o mais avançado da Qualcomm na atualidade.

O celular tem memória RAM de 6GB e armazenamento de 128GB interno. O aparelho também conta com a tecnologia LiquidCool, que garante alta capacidade de processamento sem esquentar o aparelho ou consumir a bateria de maneira excessiva.

O Pocophone F1 tem câmera frontal de 20MP e câmera traseira dupla de 12MP e outra de 5MP, capaz de gravar vídeos em 4K. A bateria também é de 4.000 mAh.

Uma função de reconhecimento facial infravermelho permite desbloquear o smartphone mesmo em ambientes escuros ou com pouca luz.

Preços não-oficiais para bater de frente com gigantes

O aparelho chega para rivalizar com grandes nomes como o Galaxy S9, mas com preço (provavelmente) mais acessível e com menos especificações. No Mercado Livre, o Pocophone F1 não sai por menos de R$ 1.640. Para comparação: o Galaxy S9 é vendido a partir de R$ 2.610 em grandes varejistas.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

Ofertas Pocophone F1

  • Casas Bahia
    Smartphone Xiaomi Pocophone F1 64gb 6gb Ram Global
    R$ 1.619,00 em 10x R$161,90 sem juros
  • Amazon
    Celular Xiaomi Pocophone F1 Global 6GB / 64GB Black
    R$ 1.657,17 em 10x R$165,71 sem juros
  • Amazon
    Smartphone Xiaomi Pocophone F1 64GB 6GB RAM Azul
    R$ 1.664,50 em 10x R$166,44 sem juros