Mi 10T e Mi 10T Pro têm especificações e preços vazados dias antes do lançamento

Por Diego Sousa | 28 de Setembro de 2020 às 10h40
Ishan Agarwal/Twitter
Tudo sobre

Xiaomi

Saiba tudo sobre Xiaomi

Ver mais

A Xiaomi realizará um evento nesta quarta-feira (30) para oficializar os novos Mi 10T e Mi 10T Pro, mas não deve sobrar muita novidade para contar na ocasião. Poucos dias antes do lançamento, o popular informante Sudhanshu divulgou praticamente todas as especificações finais dos smartphones, além de suas variantes e possíveis preços.

Mi 10T e Mi 10T Pro

Corroborando os últimos rumores sobre os dois smartphones, suas especificações técnicas devem ser praticamente as mesmas, incluindo o chipset Qualcomm Snapdragon 865, 8 GB de memória RAM, tela Full HD+ de 6,67 polegadas com 144 Hz de taxa de atualização e painel LCD e bateria de 5.000 mAh com recarga de 33 W.

A principal diferença entre o Mi 10T e o Mi 10T Pro estaria no conjunto de câmeras, no qual o modelo mais potente traria 108 MP com estabilização óptica de imagem (OIS), enquanto a versão tradicional adotaria lente de 64 MP (sem OIS). No mais, os dois teriam uma câmera ultra grande-angular de 13 MP, uma macro de 5 MP e um sensor de selfies de 20 MP.

Além disso, o Mi 10T Pro deve ganhar uma opção de memória interna extra, de 256 GB, se juntando à variante de 128 GB. A versão tradicional, por sua vez, teria somente a opção de 128 GB.

Sem leitor de digitais sob uma tela LCD

Infelizmente, não deve ser desta vez que veremos um leitor de impressões digitais sob uma tela LCD. A Redmi, uma das subsidiárias da Xiaomi, lançou a tecnologia em março deste ano para oferecer uma opção mais "acessível" do recurso para tela LCD, teoricamente inferior e mais barata à OLED.

Mi 10T Pro na cor preta (Foto: Reprodução/Equal Leaks)

Em vez da nova solução, o vazamento aposta em um leitor de digitais na lateral para o Mi 10T e sua versão Pro, além do tradicional — e não muito preciso — desbloqueio facial.

Mi 10T/10T Pro: especificações técnicas (rumor)

  • Tela: 6,67 polegadas, Full HD+, IPS LCD, 144 Hz;
  • Chipset: Qualcomm Snapdragon 865;
  • Memória RAM: 8 GB
  • Armazenamento interno: 128 GB ou 256 GB (versão Pro);
  • Câmera traseira: 108 MP (Pro) / 64 MP (tradicional) + 13 MP (ultrawide) + 5 MP (macro);
  • Câmera frontal: 20 MP;
  • Dimensões: 165,1 x 76,4 x 9,3 mm;
  • Peso: 218 gramas;
  • Bateria: 5.000 mAh;
  • Extras: leitor de digitais na lateral, recarga de 33 W, áudio estéreo, NFC, Dual SIM, 5G, Bluetooth 5.1, sem entrada de 3,5 mm;
  • Cores disponíveis: preto, prata e azul (Pro) / preto e prata (tradicional);
  • Sistema operacional: Android 10.

Mi 10T Lite

Quem não apareceu em muitos vazamentos foi a versão mais acessível da linha, o Mi 10T Lite. No entanto, a Xiaomi já havia usado suas redes sociais para indicar o lançamento de um "novo smartphone 5G com preço na casa dos 200 euros (R$ 1,2 mil em conversão direta)" — que provavelmente será ele.

Segundo a própria empresa, o novo membro da linha Mi 10 será o primeiro equipado com uma plataforma 5G da série Snapdragon 700 — o recém-lançado Snapdragon 750G 5G. Já de acordo com o informante, o smartphone terá duas opções de memória RAM e armazenamento, sendo 6 GB + 64 GB ou 6 GB + 128 GB.

Preços

Apesar de a Xiaomi sugerir um preço na casa dos 200 euros (R$ 1,2 mil) para o Mi 10T Lite, o informante aposta que ele será um pouco mais alto, sendo 300 euros (1,9 mil) na versão de 6 GB + 64 GB e 350 euros (R$ 2,2 mil) na versão com 6 GB + 128 GB.

Com relação aos modelos mais potentes, uma boa notícia: eles devem ter apenas 100 euros de diferença. O Mi 10T seria lançado por 500 euros (R$ 3,2 mil) na versão com 8 GB + 128 GB, enquanto o Mi 10T Pro começaria em 550 euros (R$ 3,5 mil) na opção com 8 GB + 128 GB e 600 euros (R$ 3,8 mil) na versão de 8 GB + 256 GB.

Se confirmados, os smartphones devem ser os topos de linha mais acessíveis do mercado, com quase a metade do preço de um Galaxy Note 20, por exemplo, que traz tela de 60 Hz e traseira de plástico. Resta esperar para confirmar o desempenho do display LCD de 144 Hz será na comparação com o OLED de 120 Hz.

Continue ligado no Canaltech, pois no dia 30 de setembro traremos todas as novidades sobre os novos smartphones da Xiaomi!

Fonte: Sudhanshu (Twitter)  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.