Vazam informações sobre a tela e especificações do Google Pixel 4

Por Se Hyeon Oh | 07 de Agosto de 2019 às 21h10
Divulgação / Google
Tudo sobre

Saiba tudo sobre Google Pixel 4

Ficha técnica

Os Pixel 4 e Pixel 4 XL da Google são dois dos smartphones mais aguardados para 2019, e várias informações sobre eles já circulam na internet. Todavia, ainda havia certos detalhes que permaneciam nas sombras, aguçando a curiosidade do mercado. Mas, de acordo com o 9to5google, uma “fonte confiável” revelou recursos muito interessantes, que incluem características como a taxa de atualização de 90 hz no display.

O site informa que o Pixel 4 e o Pixel 4 XL terão, respectivamente, 5,7 e 6,3 polegadas de tela OLED - o que está de acordo com vazamentos anteriores -, de forma que o menor irá contar com uma resolução Full HD +, enquanto o maior será Quad HD +. Essas telas virão com uma frequência de 90 Hz, cuja tecnologia será carinhosamente apelidada de "Smooth Display" (tela suave, em tradução literal) pela gigante das buscas. Caso a informação seja real, isso significa que o Pixel 4 e 4 XL irão se juntar a dispositivos como o OnePlus 7 e o Razer Phone 2, que também contam com essa taxa de atualização.

A linha Pixel vem sendo bastante elogiada pela qualidade das fotos capturadas por suas lentes e, pelo visto, elas podem acabar ficando ainda melhores, já que a fonte teria dito que os eletrônicos deste ano virão com dois sensores de imagem na parte traseira. Um deles terá 12 MP com um foco automático e detecção de faces, enquanto o outro será uma lente telefoto de 16 MP. Outro detalhe interessante é que a Google estaria desenvolvendo um acessório com funções semelhantes a uma câmera DSLR para o Pixel 4, que pode ser lançado junto com o aparelho.

Tanto o Pixel 4 quanto a sua versão maior serão alimentados com o chipset Snapdragon 855 e baterias de, respectivamente, 2.800 mAh e 3.700 mAh, em conjunto com 6 GB de RAM e 64 GB ou 128 GB de armazenamento. Como de costume, eles ainda contarão com a presença de alto-falantes estéreo e o módulo de segurança Titan M, que foi introduzido no Pixel 3 para entregar maior proteção aos dados do usuário.

Vale lembrar que, apesar de o 9to5google afirmar que foi uma fonte confiável que trouxe essas informações, nada foi confirmado pela Google, e resta a nós esperarmos até outubro, quando irá ocorrer o evento anual da empresa e, muito provavelmente, onde serão apresentados os novos smartphones.

Fonte: 9to5google

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.