Samsung pode ter resolvido problema na tela dos Galaxy Z Fold 3 e Z Flip 3

Por Felipe Junqueira | Editado por Wallace Moté | 19 de Maio de 2021 às 07h30
Divulgação/Samsung

Os celulares com tela dobrável já estão prestes a chegar à terceira geração, mas um problema ainda assombra a Samsung, principalmente: vinco no display, causado em grande parte pelo período em que o dispositivo fica fechado.

Nos Galaxy Z Flip 3 e Z Fold 3, não deve haver nenhuma marca visível na tela. Ao menos é o que garante o informante Ice Universe, em seu perfil no Twitter. “Samsung fez um progresso significativo para resolver o problema do vinco no Fold 3 e Flip 3”, escreveu. “Você não consegue ver a marca”, complementou, em uma segunda publicação.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Infelizmente, o informante não entrou em maiores detalhes. A Samsung possivelmente desenvolveu um mecanismo mais avançado na dobradiça da próxima geração de dobráveis, que deve ser lançada no início do segundo semestre de 2021.

Talvez a sul-coreana já explique algo durante o Display Week, que acontece nesta semana. Informações anteriores já apontavam que a companhia pretende apresentar tela com dobra dupla, painel enrolável e mais no evento. Recentemente, a empresa mostrou o vídeo de um conceito com tela S-Foldable.

O que esperar dos novos dobráveis da Samsung

Com relação aos Galaxy Z Flip 3 e Z Fold 3, os dispositivos devem chegar às lojas em agosto. Considerado o mais completo, o Z Fold 3, que é um híbrido de smartphone e tablet, será o celular mais premium da Samsung para 2021, e deve contar com chipset Snapdragon 888, corpo mais fino, telas de 120 Hz e construção em Gorilla Glass Victus. Entre as principais novidades estão um novo design, suporte à caneta S-Pen e a estreia da aguardada tecnologia de câmera sob o display.

Enquanto isso, o Galaxy Z Flip 3 trará visual repaginado, com design bastante similar ao dos primeiros modelos da linha Google Pixel. Além de tela externa maior e vidro Gorilla Glass Victus na traseira, o dispositivo viria equipado com chipset Snapdragon 870, também receberia suporte à S-Pen e ganharia upgrades no carregamento, que passaria a 25 W com fio e 15 W sem fio. Fora isso, o celular chegaria com preço "acessível", próximo dos US$ 999 (cerca de R$ 5.234).

A Samsung não confirmou nada sobre a nova geração de smartphones dobráveis da empresa até o momento.

Fonte: Ice Universe

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.