Galaxy A52 5G vs Moto 5 5G Plus: compensa gastar mais para ter recursos extras?

Galaxy A52 5G vs Moto 5 5G Plus: compensa gastar mais para ter recursos extras?

Por Felipe Junqueira | Editado por Wallace Moté | 28 de Abril de 2021 às 11h00
Montagem Canaltech

Celulares com 5G já são realidade no Brasil, e chegam a preços cada vez mais acessíveis. As duas maiores fabricantes de smartphones do país já têm seus representantes na categoria intermediária, com o Galaxy A52 5G da sul-coreana, e o Moto G 5G Plus da marca americana, que hoje pertence à chinesa Lenovo.

Há muitas semelhanças, assim como há bastante diferenças entre os dois, e dependendo da sua necessidade, um deles pode ser o celular ideal. Canaltech compara ambos nos próximos parágrafos para você conhecer tudo sobre design, tela, desempenho, bateria, câmeras e recursos e, assim, escolher qual deles pode ser o seu smartphone.

Uma das maiores diferenças entre os dois está no preço: enquanto o Moto G 5G Plus chegou oficialmente por R$ 2.999, o Galaxy A52 5G tem preço de lançamento em R$ 3.499, ou seja, R$ 500 a mais. Veja tudo sobre os celulares a seguir para entender se este salto no preço cobrado faz sentido.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Design

Galaxy A52 possui lombada para câmeras integrada à tampa traseira (Imagem: Divulgação/Samsung)

Apesar de contar com aparência sóbria, que deve agradar à maioria dos usuários, o Galaxy A52 5G e o Moto G 5G Plus trazem linhas de design bastante distintas. E já dá para notar as diferenças de frente, já que, apesar de ambos terem tela plana com poucas bordas, o furo da câmera de selfies fica centralizado no modelo da Samsung, enquanto o da Motorola é duplo e fica no canto esquerdo da tela, sempre na parte superior, bem próximo do topo.

Na parte traseira, o Galaxy A52 segue a filosofia que tem sido adotada na família Galaxy A nos últimos meses, com acabamento fosco sem elementos muito chamativos e construção em plástico, com um logo discreto da Samsung na base. O módulo de câmeras é integrado ao painel traseiro e abriga os quatro sensores e o flash de LED. O celular traz certificação IP67 de resistência à água e poeira e está disponível nas cores preto ou violeta, em tons pastéis.

O Moto G 5G Plus repete a construção em plástico, levemente brilhante, mas com uma textura que evita as marcas de dedo em excesso. O dispositivo ainda tem o M da Motorola na parte central e um quadrado para as câmeras, com o flash em linha ao lado. Um diferencial é o botão exclusivo para o Assistente do Google, no lado esquerdo, além do botão de energia que também abriga o leitor de impressão digital.

Moto G 5G Plus tem duas câmeras frontais (Imagem: Divulgação/Motorola)

Você vai encontrar o Moto G 5G Plus nas cores azul e lilás, ambas com um efeito degradê na tampa traseira.

Tela

  • Galaxy A52 5G: Super AMOLED de 6,5 polegadas, resolução Full HD (1080 x 2400 pixels), taxa de atualização de 120 Hz;
  • Moto G 5G Plus: LTPS IPS de 6,7 polegadas, resolução Full HD (1080 x 2520 pixels), taxa de atualização de 90 Hz.

Em tela, há pequenas diferenças em todos os aspectos. Começando pelo painel Super AMOLED do Galaxy A52 5G, que entrega cores mais vívidas e preto profundo, enquanto o LTPS LCD do Moto G 5G Plus traz cores mais naturais, mas peca um pouco no preto, que é mais um cinza bem escuro, que não é o ideal para assistir filmes e séries, principalmente.

O tamanho também não é o mesmo, com 0,2 polegada a menos para o modelo da Samsung, que tem como vantagem clara a taxa de atualização em 120 Hz, contra 90 Hz do concorrente da Motorola. Ou seja, o conteúdo da tela apresenta movimentos ainda mais fluidos, e é uma vantagem para jogar pois dá alguns milésimos de segundo de vantagem para você ver um adversário, o que pode ser essencial para superá-lo.

Um aspecto que se repete em ambos é a resolução Full HD, e você pode notar que a proporção também é diferente, já que há mais pixels no lado maior do Moto G 5G Plus, que tem tela 21:9, contra 20:9 do Galaxy A 52 5G. Ou seja, o modelo da Motorola é mais “esticado” na altura.

Câmeras

  • Galaxy A52 5G: 64 MP (f/1,8, principal) + 12 MP (f/2,2, ultra wide 123º) + 5 MP (f/2,4, macro) + 5 MP (f/2,4, profundidade) + 32 MP (f/2,2, frontal)
  • Moto G 5G Plus: 48 MP (f/1,7, principal) + 8 MP (f/2,2, ultra wide 118º) + 5 MP (f/2,4, macro) + 2 MP (f/2,4, profundidade) + 16 MP (f/2,4, frontal).

No conjunto fotográfico, de novo há algumas semelhanças e diferenças nos detalhes. O Galaxy A52 5G traz sensor frontal de 32 MP, acompanhado de quatro câmeras traseiras com sensor principal de 64 MP, ultra wide de 12 MP, macro de 5 MP e profundidade também de 5 MP.

Do lado do Moto G 5G Plus, temos câmera frontal de 16 MP e também quatro lentes traseiras, sendo que o sensor principal tem 48 MP, a ultra wide tem 8 MP, a macro usa resolução de 5 MP, e o sensor de profundidade é de 2 MP.

São basicamente os mesmos conjuntos, mas com resoluções diferentes em quase todos os sensores. Do ponto de vista do hardware, o Galaxy A52 5G promete maior nitidez e mais detalhes em todas as imagens, e pode ser uma escolha mais interessante para quem gosta de fotografar em diferentes ângulos.

Conjunto quádruplo de câmeras traseiras do Glaaxy A52 5G tem sensor de 64 MP (Imagem: Ivo/Canaltech)

Além disso, o software da Samsung costuma ter pós-processamento superior, e pode ser uma aposta melhor caso a qualidade das imagens capturadas sem a necessidade de edição posterior seja importante.

Processamento e memória

  • Galaxy A52 5G: Qualcomm Snapdragon 750G (8 nm, 2x 2,2 GHz Kryo 570 Gold + 6x 1,8 GHz Kryo 570 Silver);
  • Moto G 5G Plus: Qualcomm Snapdragon 765 5G (7 nm, 1x 2,3 GHz Kryo 475 Prime + 1x 2,2 GHz Kryo 475 Gold + 6x 1,8 GHz Kryo 475 Silver);

O departamento de processamento é onde as coisas ficam mais interessantes. O celular da Samsung é equipado com chipset Snapdragon 750G, presente nos principais e mais recentes smartphones 5G do mercado, e que alia núcleos de alta potência com outros de baixo consumo energético para entregar sempre o melhor desempenho sem sacrificar a bateria.

O Moto G 5G Plus já traz o Snapdragon 765G, o primeiro da linha Snapdragon 700 com suporte a conectividade 5G. Também configurado com oito núcleos, o chip conta com três conjuntos: um núcleo Kryo 475 Prime (Cortex-A76) rodando a 2,4 GHz para máxima performance, dois núcleos Kryo 475 Gold (Cortex-A76) de alto desempenho a 2,2 GHz e seis núcleos Kryo 475 Silver (Cortex-A55) de baixo consumo a 1,8 GHz.

Em termos simples, o modelo da Motorola entrega mais potência e mais eficiência energética ao mesmo tempo, apesar de o Snapdragon 750G conseguir pontuações superiores em testes de benchmark, que pode varia entre 3% e 11% a mais no AnTuTu. De qualquer forma, a diferença é pequena e só será sentida caso você tente rodar jogos pesados com os melhores gráficos ou se usar o aparelho para renderizar vídeos, por exemplo.

Completam o conjunto do A52 5G os 6 GB de memória RAM e 128 GB de armazenamento, enquanto o Moto G 5G Plus tem 8 GB de RAM e também 128 GB de armazenamento interno. Ambos possuem espaço para cartão microSD para expandir o espaço para arquivos.

Bateria

  • Galaxy A52 5G: 4.500 mAh com carregamento de 25 W;
  • Moto G 5G Plus: 5.000 mAh com carregamento de 20 W.

Em bateria, mais uma vantagem para o Moto G 5G Plus, que traz tanque de 5.000 mAh, contra 4.500 mAh do Galaxy A 52 5G. Não é uma diferença muito grande e dá para esperar mais de um dia de uso mediano em ambos os modelos, com uma sobra um pouco maior no da Motorola à noite.

Moto G 5G Plus tem módulo de câmeras que lembra o lado 4 de um dado (Imagem: Divulgação/Motorola) 

A diferença fica por conta do sistema de carregamento: o celular da Samsung consegue atingir recargas de até 25 W, enquanto o dispositivo da Motorola é limitado a 20 W, devendo assim preencher a bateria em menos tempo. Porém, tenha em mente que o Galaxy traz em sua caixa um carregador de apenas 15 W, e você teria que comprar o mais potente separadamente.

Recursos extras

Os dois aparelhos são bem completos em recursos, com ampla gama de funcionalidades que os diferenciam de intermediários de outras marcas. O aparelho sul-coreano conta com Wi-Fi dual-band, Bluetooth 5.0, áudio estéreo, leitor de digitais sob o display, câmera principal com estabilização óptica de imagens (OIS), conector P2 para fones de ouvido e NFC, bem como truques únicos de software da One UI 3.1. E a grande vantagem: proteção contra água e poeira, com certificação IP67, ou seja, pode ser mergulhado em até 1 metro de água doce por até 30 minutos.

Enquanto isso, o celular da Motorola oferece quase os mesmos recursos, tirando a proteção contra água e poeira e a câmera com OIS. Uma pequena vantagem é a versão do Bluetooth, mais atualizada para a 5.1. Além disso, o Moto G 5G oferece os tradicionais gestos da Motorola.

Galaxy A52 5G vs Motorola Edge: qual vale mais a pena?

Você tem aqui duas ótimas opções na categoria intermediária, com muita potência, bateria para o dia todo, tela grande e com alta taxa de atualização, além de câmeras de boa qualidade. Enfim, aparelhos que chamam a atenção mesmo sem ter todos os benefícios de um topo de linha, já que entregam experiência próxima a preço mais baixo.

O Galaxy A52 5G fica um pouco na frente em relação à taxa de atualização da tela, além de entregar cores mais vívidas e preto mais profundo, e tem conjunto de câmeras que deve deixar mais usuários satisfeitos na maior parte dos cenários. A certificação IP67 é um bônus muito bem-vindo.

Já o Moto G 5G Plus traz mais bateria e tela com cores mais naturais. Parece, de fato estar um degrau abaixo do concorrente, mas compensa no preço, consideravelmente mais baixo que o dispositivo da Samsung.

Seja como for, é você quem faz a escolha entre os dois. Se não se importar em investir uma quantia consideravelmente maior no Galaxy A52 5G, certamente terá feito uma boa escolha. Mas, se preferir economizar um pouco, também não dá para dizer que vai sair perdendo.

Você gosta mais das vantagens do Galaxy A52 5G ou prefere economizar um pouco no Moto G 5G Plus? Comente a sua opção no campo de comentários abaixo e compartilhe conosco suas opiniões!

Samsung Galaxy A52: ficha técnica

  • Tela: Super AMOLED de 6,5 polegadas com resolução Full HD (1080 x 2400 pixels), 800 nits, taxa de atualização de 120 Hz;
  • Chipset: Snapdragon 750G Octa-core até 2,2 GHz;
  • Memória RAM: 6 GB;
  • Armazenamento interno: 128 GB expansíveis com cartão microSD de até 1 TB;
  • Câmera traseira: quádrupla — 64 MP (f/1,8, principal) + 12 MP (f/2,2, ultra grande-angular) + 5 MP (f/2,4, macro) + 5 MP (f/2,4, profundidade);
  • Câmera frontal: 32 MP (f/2,2);
  • Dimensões: 159,9 x 75,1 x 8,4 mm;
  • Peso: 189 gramas
  • Bateria: 4.500 mAh com recarga rápida de 25 W (carregador de 15 W na caixa);
  • Extras: 5G, Bluetooth 5.0, NFC, certificação IP67, leitor de impressão digital na tela, alto-falantes estéreo, Dolby Atmos, conectores USB-C e P2;
  • Cores disponíveis: azul, preto, branco, violeta;
  • Sistema operacional: One UI 3.1 sob o Android 11.

Motorola Moto G 5G Plus: ficha técnica

  • Tela: IPS LCD de 6,7 polegadas com resolução Full HD (1080 x 2520 pixels), brilho não informado, taxa de atualização de 90 Hz
  • Chipset: Qualcomm Snapdragon 765 5G Octa-core até 2,3 GHz;
  • Memória RAM: 8GB;
  • Armazenamento interno: 128 GB expansíveis via microSD;
  • Câmera traseira: quádrupla — 48 MP (f/1,7, principal) + 8 MP (f/2,2, ultra grande-angular) + 5 MP (f/2,4, macro) + 2 MP (f/2,4, profundidade);
  • Câmera frontal: 16 MP (f/2,0);
  • Dimensões: 168,3 x 74 x 9,7 mm;
  • Peso: 207 g;
  • Bateria: 5.000 mAh com recarga rápida de 20 W;
  • Extras: 5G, Bluetooth 5.1, NFC, leitor de impressão digital na lateral, conectores USB-C e P2;
  • Cores disponíveis: azul ou lilás;
  • Sistema operacional: Android 10.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.