Publicidade

Qual foi o primeiro celular com câmera vendido no mundo?

Por| Editado por Wallace Moté | 20 de Maio de 2023 às 13h00

Link copiado!

Ivo Meneghel Jr/Canaltech
Ivo Meneghel Jr/Canaltech
Tudo sobre Kyocera

A presença de câmeras em telefones móveis nem sempre foi uma obviedade, já que os dispositivos passaram anos com recursos voltados apenas para as chamadas de voz e, posteriormente, mensagens de texto. Por isso, o primeiro celular com câmera começou a ser vendido apenas em 1999, sendo o detentor do título o modelo VP-210 da Kyocera.

A câmera é um dos aspectos mais destacados do aparelho, já que ele traz um imenso vidro frontal para acomodar os componentes ópticos. Mesmo que na época ele tenha sido chamado de “videofone móvel”, a qualidade do seu sensor ficava bem abaixo de qualquer modelo atual, com resolução de 0,11 MP.

Continua após a publicidade

Por se tratar de um dispositivo com mais de 20 anos de idade, o restante de suas especificações também chama a atenção por sua simplicidade. O dispositivo vinha com uma tela TFT de 2 polegadas, com suporte para apenas 65 mil cores.

Na época, o celular funcionava de forma integrada ao sistema japonês de redes de dispositivos móveis, chamado de PHS — por meio dele, era possível realizar o envio de duas imagens por segundo. O usuário ainda poderia armazenar 20 fotos, e mandá-las por email. Ele teve seu preço de lançamento fixado em 40 mil ienes, cerca de 325 dólares (~R$ 1.625) em conversão direta, o que para a época era uma verdadeira fortuna.

Mesmo que tenha características consideradas rudimentares, o VP-210 foi visto como uma revolução em seu tempo. Quase duas décadas e meia depois, não há como afirmar o contrário.

Samsung e Sharp também fizeram história com câmeras de celulares

Continua após a publicidade

Outro dispositivo pioneiro na história dos celulares com câmeras é o SCH-V200, produzido pela Samsung e apresentado no ano 2000. Ele funcionava de forma um pouco diferente, já que as imagens capturadas pela câmera de 0,35 MP só poderiam ser visualizadas após o usuário transferi-las para um computador via cabo.

Também em 2000, a marca japonesa Sharp produziu o J-SH04, que resolvia em partes o problema do modelo da Samsung, ao permitir transferências eletrônicas das imagens. Além disso, o modelo também facilitava a captura de selfies ao trazer um pequeno espelho ao lado da lente, que poderia ser usado para acertar o enquadramento.