Pixel 6a será lançado em 13 países, mas Brasil fica de fora

Pixel 6a será lançado em 13 países, mas Brasil fica de fora

Por Lupa Charleaux | Editado por Wallace Moté | 12 de Maio de 2022 às 10h01
Divulgação/Google

O Pixel 6a foi uma das principais novidades anunciadas na abertura do Google I/O 2022 na última quarta-feira (11). Com lançamento agendado para 28 de julho, o dispositivo intermediário do Google terá uma estreia mais ampla e chegará a 13 países, mas o Brasil segue de fora da lista.

Diferente do Pixel 5a, que ficou limitado aos EUA e Japão, o Pixel 6a desembarca em todos os países que receberam os flagships Pixel 6 e Pixel 6 Pro. Infelizmente, o Brasil não faz parte da lista de regiões que terão o lançamento oficial do dispositivo, mas nada impede que nosso país seja adicionado à lista em um momento futuro.

Segundo a Google, o novo smartphone estará disponível inicialmente para os clientes dos EUA, Canadá, Alemanha, Reino Unido, Irlanda, França, Itália, Espanha, Japão, Austrália, Singapura, Taiwan e Índia.

Google Pixel 6a é um intermédiário com processador de flagship (Imagem: Divulgação/Google)

Intermediário com vários recursos

Apesar de estar na categoria intermediária, o Google Pixel 6a tem vários atrativos para os usuários. O dispositivo alimentado pelo chipset Google Tensor promete cinco anos de atualização, garantindo uma extensa vida útil nas mãos dos consumidores.

Internamente, o telefone ainda traz 6 GB de memória RAM LPDDR5 e 128 GB de armazenamento interno USF 3.1. Outros pontos positivos do modelo são a câmera dupla com sensor principal de 12,2 MP, a conectividade 5G e o chip de segurança Titan M2.

Por conta do foco no custo-benefício, a Google realizou alguns cortes no produto. Comparado com o Pixel 6 “padrão”, o celular tem uma tela menor Super AMOLED de 6,1 polegadas com taxa de atualização de 60 Hz e bateria reduzida para 4.306 mAh.

Nos EUA, o Google Pixel 6a será lançado por US$ 449 (cerca de R$ 2.300 na atual conversão direta, sem a adição de impostos). Já na Europa, o aparelho terá o preço sugerido de 459 euros (~R$ 2.455).

Portanto, o consumidor brasileiro que deseja ter o novo intermediário da Google não terá outra opção a não ser importar o produto. Até o momento, a marca ainda não tem planos para trazer os dispositivos da série Pixel oficialmente para o país.

Fonte: Android Headlines

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.