Patente da Apple indica iPhone com tela adaptável de 240 Hz

Patente da Apple indica iPhone com tela adaptável de 240 Hz

Por Igor Almenara | 17 de Fevereiro de 2021 às 11h15
Reprodução/The NEwsprint

Uma patente da Apple registrada no Escritório de Patentes e Marcas dos Estados Unidos (USPTO) descreve o que seria o primeiro iPhone com tela de 240 Hz. O conceito pincela sobre a tecnologia de alteração automática de frequências, que muda a taxa de atualização do display de acordo com a aplicação para apresentar fluidez elevada sem drenar a bateria.

A patente descoberta pelo Patently Apple descreve o que seria uma tela com taxa de atualização variável capaz de ir de 60 Hz à 240 Hz de forma imperceptível. A abordagem é característica da Apple, que busca entregar uma experiência robusta e de acordo com os padrões do mercado, sem que isso detone a autonomia do iPhone — que já é alvo de duras críticas.

(Imagem: Reprodução/Patently Apple)

Curiosamente, essa mesma tecnologia foi indicada para o iPhone 12, mas os rumores se mostraram imprecisos quando o lançamento apresentou frequência tradicional no display. Se a próxima geração apresentar a frequência elevada, não haverá dúvidas de que a gigante optou por amadurecer a tecnologia antes de aplicá-la nos seus dispositivos.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Taxas de atualização acima dos 60 Hz se mostram cada vez mais comuns, sendo adotadas até em intermediários — vide os Poco X3 e X3 NFC, com tela IPS LCD de 120 Hz —, mas não deram as caras nos topos de linha da Apple. Isso a coloca para trás na corrida dos flagships, que apresentam animações mais fluidas e paineis mais avançados, mas não deve demorar para a companhia se agarrar à tendência.

Correndo atrás do prejuízo — sem detonar a bateria

O iPhone com tela de 240 Hz poderia carregar uma tela com taxa de atualização elevada — e esse valor seria um salto e tanto da frequência tradicional. Ademais, enquanto apresenta animações mais fluidas, o sistema de controle automatizado pouparia energia da bateria de forma precisa, aproximando-o da concorrência sem que isso gere idas frequentes ao carregador.

Em exemplos, o iPhone poderia facilmente ajustar a taxa de atualização para a exibição de filmes e vídeos — que vão até 60 quadros por segundo —, elevar aos 120 Hz para animações da interface e liberar toda sua capacidade em games e outras atividades. Algo semelhante ao ProMotion, recurso que equipa o iPad Pro. Por lá, a adição proporciona melhor responsividade com a Apple Pencil.

Não menos importante, o Patently Apple acrescenta que os painéis descritos no documento contam com “Always On Display” (AOD), o que é a apresentação de notificações e informações chave na tela bloqueada e com economia de energia inteligente. O recurso foi revelado em outros rumores, reforçando a teoria de que ele estreia no iPhone 13, mas não é nem de longe uma novidade no mercado, já que a concorrência adota recursos semelhantes em paineis LCD ou AMOLED há tempo considerável.

Espera-se que a tecnologia dê as caras no iPhone 13, mas o gerenciamento de energia permite que ela seja expandida para outras linhas — iPad, Apple Watch, televisões e outros aparelhos. Por se tratar de uma patente, vale mencionar que não há qualquer confirmação de que a Apple trabalha com a tecnologia.

Fonte: MacRumors, Patently Apple

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.