Nova política de updates da Samsung deixa Galaxy S9 mais vulnerável que A52

Por Gustavo de Lima Inacio | 06 de Abril de 2021 às 09h40
Tudo sobre

Samsung

Saiba tudo sobre Samsung

Ver mais

A Samsung era uma das empresas que menos dava atenção a atualizações de sistema, mas com o passar do tempo mudou de mentalidade e passou a entregar mais updates para seus smartphones. Prova disso é que a fabricante já confirmou que alguns dos seus aparelhos devem ter acesso a três grandes atualizações de sistema, chegando a até quatro anos de atualizações de segurança.

Ela possui uma política para as chamadas atualizações com pacotes de segurança, dividindo a distribuição em mensal, trimestral e semestral. Agora, a empresa alterou a lista de modelos que ganharão atualizações a cada mês, retirando os antigos topos de linha Galaxy S9 e Galaxy S9 Plus, e reposicionando-os como dispositivos que terão o update de forma trimestral.

Samsung Galaxy A52 (Imagem: Divulgação/Samsung)

Por outro lado, tanto o Galaxy A52 4G quanto o Galaxy A52 5G terão acesso a atualizações de segurança todos os meses. Curiosamente, o Galaxy A72 ainda aparece na lista como smartphone que terá atualizações trimestrais, mas nada impede que a lista seja alterada futuramente. Essa nova política faz com que o Galaxy A52 seja um smartphone mais seguro que o seu irmão A72, e também que os antigos topos de linha Galaxy S9 e Galaxy S9 Plus.

Além disso, com a confirmação de que a empresa vai oferecer quatro anos de atualizações de sistema, ela deixou claro que os modelos elegíveis terão três anos com pacotes distribuídos mensalmente, com o quarto ano sendo de updates liberados a cada três meses.

Samsung Galaxy S9 Plus (Imagem: Divulgação/Samsung)

Com essa modificação na política em relação aos Galxy S9 e S9 Plus, eles estão chegando cada vez mais próximos do fim do seu ciclo de suporte oficial por parte da fabricante. Ainda assim, vale dizer que existem exceções, visto que até recentemente o Galaxy S7 e seu irmão Galaxy S7 Edge ainda recebiam updates. De qualquer forma, os modelos ainda devem ser atualizados mais algumas vezes antes do fim de sua vida.

Fonte: SamMobile, TuttoAndroid

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.