Nova patente da Apple reforça planos para um possível iPhone dobrável

Nova patente da Apple reforça planos para um possível iPhone dobrável

Por Rubens Eishima | 28 de Outubro de 2020 às 08h22
Reprodução/LetsGoDigital

A Apple recebeu a patente para uma película protetora que evita rachaduras em telas flexíveis ou dobráveis. O registro não descreve um aparelho específico em que o material seria utilizado, mas deixa a porta aberta para aplicações em celulares, tablets, computadores e qualquer outro tipo de dispositivo que exiba imagens.

A patente de número 10.817.016 é intitulada “Hybrid coverlay/window structure for flexible display applications” (estrutura híbrida de cobertura/janela para aplicação em telas flexíveis). A ideia é usar a camada protetora sobre o painel OLED, diminuindo a chance de rachaduras na superfície do componente.

Semelhante a uma película protetora, o material não afeta a qualidade de imagem nem a sensibilidade a toques. Além disso, é capaz de acompanhar a articulação da tela e aumenta a resistência contra riscos.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Ilustrações descrevem telas que dobram para dentro e para fora (Imagem: Apple/USPTO)

O documento descreve a proteção fornecida pelo material, que preenche as micro fissuras que causam as rachaduras antes da tela apresentar danos visíveis (o ponto 420 na imagem acima).

Apesar do registro da patente, não há nenhum sinal concreto de que a Apple esteja perto de lançar um aparelho com tela dobrável. Mesmo assim, a empresa tem registrado ideias relacionadas, mostrando que segue estudando possibilidades.

Apple tem pesquisado diversas ideias relacionadas à resistência de telas (Imagem: reprodução/LetsGoDigital)

Além disso, um boato recente indicou que a Apple teria encomendado telas OLED flexíveis à Samsung Display — fornecedora da maioria dos displays usados no iPhone 12. Os sul-coreanos são os principais fabricantes do componente para celulares, enquanto os conterrâneos da LG dominam o mercado de OLEDs para TVs.

Fonte: USPTO via PatentlyApple

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.