LG desiste de vender fábrica de Taubaté para grupo do Vietnã

LG desiste de vender fábrica de Taubaté para grupo do Vietnã

Por Felipe Junqueira | 24 de Fevereiro de 2021 às 17h40
Ilan Dov/Unsplash

A LG conversou com uma empresa vietnamita para vender as fábricas de celulares no país asiático e em Taubaté, interior de São Paulo. O Vingroup, terceiro maior produtor de celulares do Vietnã, teria demonstrado interesse nas instalações pertencentes à sul-coreana.

Um executivo de alto escalão da indústria, que ficou sabendo das conversas, contou ao site Korea Times que a venda não foi para frente. “A LG negociou com o Vingroup para vender suas fábricas de celulares no Vietnã e Brasil, mas as conversas foram encerradas por conta de diferenças no preço”, informou a fonte, segundo a qual a sul-coreana agora busca um novo comprador para as instalações.

Ainda de acordo com o executivo, a LG pode adaptar as fábricas para outras áreas da própria empresa. “Como o Vingroup ofereceu um valor mais baixo do que o esperado, a LG vai procurar outro comprador. Ou pode transformar essas linhas de produção no exterior para fabricar eletrodomésticos”, disse.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

A LG ainda busca soluções para sua divisão de smartphones, e pretende manter a propriedade intelectual da área ao mesmo tempo em que busca abater parte dos prejuízos causados por ela nos últimos anos. A sul-coreana também estuda realocar funcionários para outras áreas dentro da própria companhia para reduzir impactos da reestruturação.

Futuro da divisão mobile

Um representante da LG reforçou ao Korea Times que “todas as possibilidades para a divisão mobile ainda estão abertas”. A expectativa é de que a companhia tome uma decisão até o final do primeiro trimestre, ou seja, até o final de março. Segundo os rumores, a empresa teria suspendido temporariamente o desenvolvimento de novos dispositivos, informando aos fornecedores que parassem de produzir componentes — o que a LG nega.

Os prejuízos na divisão de celulares da LG não são novidade para quem acompanha de perto o noticiário da área. A empresa não consegue fechar com lucro em smartphones há cinco anos e realizou diversas mudanças de estratégia e executivos para tentar reverter o quadro, todas aparentemente sem muito sucesso.

No ano passado, a perda estimada na divisão de smartphones da LG ficou em torno de US$ 720 milhões, e o acumulado desde 2015 já ultrapassa os US$ 4,5 bilhões.

Fonte: Korea Times

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.