iPhone 14: versões básicas podem usar mesmo chip do iPhone 13

iPhone 14: versões básicas podem usar mesmo chip do iPhone 13

Por Lupa Charleaux | Editado por Wallace Moté | 14 de Março de 2022 às 10h19
Konstantin Milenin

Contrariando a “tradição”, os modelos básicos do iPhone 14 da Apple podem não receber uma atualização de processador em 2022. Segundo o analista Ming-Chi Kuo, apenas as versões Pro devem usar o chipset A16 Bionic neste ano.

Neste domingo (13), Ming-Chi Kuo usou o Twitter para informar que somente os modelos iPhone 14 Pro e iPhone 14 Pro Max deverão ser alimentados pelo futuro processador A16 Bionic. As variantes básicas iPhone 14 e iPhone 14 Max continuarão com o A15 Bionic, mesmo chipset presente na atual linha iPhone 13 e no iPhone SE 2022.

Quebrando a tradição

A Apple sempre anuncia o novo processador da linha A com a última versão do iPhone em eventos no final do terceiro trimestre. Assim, todos os telefones da série costumam ser lançados com o mesmo chipset — ainda que com configurações ligeiramente distintas, como aconteceu com o A15 Bionic.

Contudo, Kuo indica que essa “tradição” pode ser quebrada pela Maçã em 2022. O analista sugere que a fabricante planeja tornar os chips atualizados uma exclusividade das versões Pro e Pro Max.

O informante também apontou que a linha iPhone 14 terá outras diferenças além do chipset. Sem o modelo Mini, a série deve ser composta pelo iPhone 14 e iPhone 14 Pro com tela de 6,1 polegadas e pelo iPhone 14 Max e iPhone 14 Pro Max com display de 6,7 polegadas.

Para mais, os novos dispositivos devem ter 6 GB de memória RAM como padrão, o que será um upgrade para as versões básicas que possuíam 4 GB desde o iPhone XS. Contudo, os modelos Pro terão memória LPDDR5 em vez de LPDDR4x para oferecer desempenho aprimorado com melhor eficiência de energia.

Linha iPhone 14 deve ser anunciada em setembro de 2022 (Imagem: Victor Carvalho/Canaltech)

Escassez de chips ainda afeta a Apple

Apesar das recentes notícias causarem desconfiança, existem fatores que colaboram com a possibilidade da Apple manter o A15 Bionic nas versões básicas do iPhone 14. O principal seria a falta de chips A16 Bionic na estreia dos dispositivos, visto que o problema da escassez de componentes deve continuar durante o segundo semestre deste ano.

Embora seja um informante conceituado na indústria, Kuo começou a usar o Twitter recentemente, o que gera desconfiança sobre a real identidade por trás da conta. Contudo, diversos meios de comunicação confirmam que o perfil na rede social realmente pertence ao analista da TF Internacional Securities.

Seguindo o padrão da Apple, a linha iPhone 14 deve ser anunciada em um evento em setembro. Até lá, novos detalhes devem confirmar essa curiosa estratégia da fabricante.

Fonte: Twitter/Ming-Chi Kuo, iMore, HD Blog (em italiano)

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.