HMD Global marca evento para o dia 8 de abril; saiba o que esperar

Por Diego Sousa | 15 de Março de 2021 às 11h20
Nokia

A HMD Global, atual detentora da marca Nokia, marcou um evento de lançamento para o dia 8 de abril, quando a empresa deve apresentar sua nova linha de celulares intermediários e básicos. Embora a empresa não tenha indicado quais aparelhos serão oficializados na ocasião, nos últimos dias saíram alguns detalhes interessantes sobre estratégia de mercado e primeiros modelos.

Uma nova nomenclatura

Segundo fontes do site especializado em produtos da Nokia, NokiaPowerUser, a HMD Global estuda abandonar a nomenclatura com dígitos dos seus smartphones e dividir suas linhas começando por letras, com o objetivo de tornar sua linha de produtos mais, pode-se dizer, fácil de entender. Há algumas semanas, vazaram informações sobre um possível Nokia G10, que teria um apelo gamer no segmento mais básico, além dos Nokia X10 e X20.

Como apontou o redator Felipe Junqueira recentemente, a escolha pelo nome G10 pode ser uma estratégia um tanto arriscada da HMD. A linha Moto G já está consolidada há anos no mercado, e chegou à décima edição justamente agora em 2021, com o lançamento do Moto G10 já realizado em alguns mercados. A Motorola, inclusive, teria planos de expandir a linha com mais modelos em 2021, aproveitando os dois dígitos para lançar os Moto G20, G30, G50 e até G100.

Nokia G10: o mais básico da nova família

O primeiro lançamento da HMD Global sob a nova nomenclatura deve ser o Nokia G10, que já foi visto em diversos órgãos reguladores ao redor do mundo. Segundo rumores, o aparelho será posicionado no segmento básico, trazendo processador de oito núcleos ainda não identificado, versões com 3 ou 4 GB de memória RAM e 32, ou 64 GB de espaço interno, expansíveis via cartão de memória.

Nokia G10 deve ser ligeiramente mais potente que o básico C2 (Imagem: Divulgação/Nokia)

A tela do Nokia G10 deve ser de 6,38 polegadas com resolução HD+, nada muito diferente dos aparelhos mais antigos da empresa. Conector de 3,5 mm para fones de ouvido, alto-falante mono e porta USB-C também são esperados, o que também sugere a presença de recarga rápida da bateria, esta de 4.000 mAh.

Com relação às câmeras, o Nokia G10 teria quatro na traseira, lideradas por uma principal de 48 MP. As outras três seriam: ultrawide de 5 MP, profundidade de 2 MP e macro, também de 2 MP. Já a câmera frontal teria 16 MP de resolução.

Nokia X10 e X20 5G: intermediários com 5G

Outros aparelhos previstos para o evento do dia 8 de abril são os Nokia X10 e X20, anteriormente conhecidos como Scarlet Witch e Nokia Quick Silver. Os dois devem trazer praticamente as mesmas configurações, incluindo processador Snapdragon 480 5G e ao menos uma opção com 6 GB de memória RAM, porém o modelo mais potente deve contar com mais armazenamento interno.

Segundo rumores, o Nokia X20 seria comercializado com 128 GB de espaço interno, enquanto o Nokia X10, apenas 32 GB. No entanto, é provável que o aparelho mais básico também possua uma opção com 64 GB de memória, o que seria mais interessante.

Novos Nokia 6 e Nokia 7

No final do ano passado, dois novos aparelhos intermediários das linhas Nokia 6 e 7 tiveram parte das suas fichas técnicas vazadas, mas é possível que eles não cheguem ao mercado como esperado. O aparelho mais potente deve contar com o processador Snapdragon 690 5G, tela Full HD+ e quatro câmeras na traseira, sendo a principal de 48 MP — o modelo mais básico, por outro lado, trocaria o display Full HD por um HD.

Novo Nokia 7.3 e 7,4 também apareceram em rumores no último ano (Imagem: Reprodução/OnLeaks)

Sem topo de linha... de novo?

O ano de 2020 não foi muito interessante para a HMD Global no que diz respeito a lançamentos, já que o topo de linha Nokia 9.3 PureView estava previsto para fevereiro e acabou nem chegando ao mercado. Infelizmente, parece que o evento também não deve apresentar nenhum aparelho mais premium, embora haja rumores sobre um sucessor do intermediário Nokia 8.3 5G.

O novo smartphone seria equipado com um processador inédito da Qualcomm, o Snapdragon 775 5G, fabricado em 5 nanômetros (nm), assim como o topo de linha Snapdragon 888, e compatível com memórias RAM nos padrões LPDDR5 (3,2 GHz) e LPDDR4X (2,4 GHz) e armazenamento em flash UFS 3.1, características presentes em praticamente todos os smartphones premium atuais.

Outra novidade do novo aparelho estaria no departamento de câmeras, com a presença de um conjunto quíntuplo na traseira liderado por um sensor de 108 MP desenvolvido pela ZEISS. A fonte diz, ainda, que os outros quatro sensores teriam lentes ultrawide, macro, telefoto e profundidade, esta última para auxiliar no famoso modo retrato.

Quando o assunto é tela, espera-se que o sucessor do Nokia 8.3 5G traga um display Quad HD+ com tecnologia PureDisplay V4, embora não seja muito comum essa resolução num smartphone intermediário. O aparelho traria, ainda, 120 Hz de taxa de atualização para navegação e jogos mais fluidos.

O Canaltech cobrirá o evento de lançamento da HMD Global, portanto continue nos acompanhando para não perder nenhuma novidade!

Fonte: Nokia; Fonearena; NokiaPowerUser (1, 2)

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.