Google reconhece falhas e oferece trocas para Pixel 3 e 3 XL inutilizados

Google reconhece falhas e oferece trocas para Pixel 3 e 3 XL inutilizados

Por Bruno Bertonzin | Editado por Wallace Moté | 28 de Setembro de 2021 às 16h43

O Google finalmente começou a reconhecer um dos problemas mais recorrentes dos seus aparelhos no último ano, passando a oferecer a troca de celulares para usuários que possuem um Pixel 3 ou Pixel 3 XL preso na tela do modo EDL da Qualcomm e impossibilitado de ser ligado.

Para recapitular, há cerca de um ano vários donos dos aparelhos citados começaram a relatar o mesmo problema com seus dispositivos: os celulares desligavam do nada e não era possível reiniciar o sistema novamente, pois todos ficavam travados na tela EDL — que oferece as opções para reinstalar o software do telefone. Ao entrar em contato, a maioria recebeu um retorno negativo, já que muitos já estavam fora do período de garantia.

Agora, passado cerca de um ano do surgimento dos primeiros casos, a empresa de Mountain View finalmente começou a oferecer uma solução satisfatória para os afetados. Um dos usuários que reclamou dessa falha há um tempo recebeu um e-mail da Equipe de Suporte Avançado de Hardware do Google com algumas instruções para a troca do smartphone:

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

“Há alguns dias, recebi um e-mail da Equipe de Suporte Avançado de Hardware dizendo que eles queriam me oferecer um substituto porque precisavam examinar alguns desses dispositivos. Eu rapidamente enviei meu 3XL com brick e eles vão me enviar um dispositivo de substituição, mas não sei que modelo será ainda”.

(Imagem: Divulgação/Google)

Apesar de o Google não ter revelado qual será o aparelho de troca, é possível que seja unidades refabricadas do próprio Pixel 3 e Pixel 3 XL, já que a política da empresa geralmente segue dessa forma. Considerando que são dispositivos relativamente antigos e que a marca está em vias de iniciar as vendas da linha Pixel 6, porém, esse interesse repentino em resolver o problema dos usuários pode acabar gerando marketing para os novos produtos, sendo eles os modelos escolhidos para substituir os celulares avariados.

Como dito, o primeiro caso de uma unidade do Pixel 3 ou 3 XL “brickado” surgiu há cerca de um ano, mas, de lá para cá, muitos outros continuaram a aparecer, com relatos ocasionais no Reddit ou em plataformas de suporte do próprio Google.

Fonte: Gizmochina

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.