Como conectar o seu smartphone na TV em poucos passos

Por Bruno Salutes | 20 de Agosto de 2019 às 21h00

Conectar o smartphone à televisão não é uma tarefa difícil e você pode conseguir esse feito com poucos cliques na maioria dos casos. Separei algumas dicas para você que quer espelhar (ou transmitir)a tela do celular ou de algum aplicativo na TV, seja ela um televisor comum ou uma Smart TV.

Como conectar o smartphone na TV sem cabo

A melhor forma de espelhar seu smartphone na TV sem cabo é usando a tecnologia Miracast, que está presente na maioria das Smart TVs à venda no mercado. Neste caso, você precisa olhar a ficha técnica do produto no site do fabricante para saber se a mesma oferece suporte para essa tecnologia.

Esse protocolo é basicamente o mesmo usado no Chromecast, portanto, se o seu smartphone e a sua TV forem compatíveis com o Miracast, provavelmente, você verá o ícone de transmissão ativo dentro de aplicativos compatíveis, como o YouTube ou o Netflix, por exemplo. Se você encontrar o ícone de espelhamento, basta clicar e se sua TV aparecer na lista de aparelhos disponíveis, está tudo pronto.

É importante observar, contudo, que cada fabricante dá um nome diferente para o Miracast: a LG usa o nome Screen Share (imagem acima), enquanto nas TVs Samsung você o encontrará como Screen Mirroring.

Se você já conseguiu identificar o Miracast em sua Smart TV, mas não encontrou o ícone de espelhamento de tela em seu smartphone, siga os passos abaixo para encontrá-lo:

  • A partir do Android 4.2 você encontra o espelhamento de tela como um ícone na central de atalhos do sistema na maioria dos aparelhos de diferentes fabricantes;
  • Smartphones da LG e da Samsung trazem esse mesmo atalho descrito como Screen Share e Screen Mirroring respectivamente;
  • Smartphones mais recentes da Samsung podem trazer o atalho "Smart View" no lugar do antigo. A conexão é a mesma, porém, a qualidade do espelhamento pode ser levemente superior entre TVs e smartphones Samsung;
  • Se você não achar o ícone na central de atalhos do Android, vá em: Configuração do sistema> Tela> desça o menu e selecione "Espelhar tela". Em alguns aparelhos essa opção pode ser encontrada no menu "Dispositivos conectados" selecionando "Preferências de conexão" (imagem abaixo);
  • No caso do iPhone pode ser necessário a instalação de algum aplicativo do fabricante da TV. Siga as instruções que irão aparecer na tela da sua Smart TV para fazer essa configuração usando o iOS.

Como conectar o iPhone na TV

Felizmente, conectar um iPhone em algumas TVs está se tornando algo mais fácil. O protocolo que a Apple coloca em seus produtos é semelhante ao Miracast, mas em iPads, Macs e iPhones ele leva o nome de AirPlay. Esse padrão é majoritariamente compatível entre produtos da empresa da maçã. Você pode espelhar a tela do iPhone, por exemplo, na Apple TV ou então conectá-lo em caixas de som compatíveis com essa tecnologia.

Algumas Smart TVs de outras fabricantes estão saindo de fábrica com o AirPlay ou ganhando suporte ao protocolo através de atualizações. Samsung, Sony e LG, por exemplo, estão entre as marcas que oferecem essa opção. Segundo o site da Apple, estes são os modelos de outras fabricantes que são compatíveis com o espelhamento de tela do iPhone:

  • LG: OLED (2019), NanoCell série SM9X, NanoCell série SM8X, UHD série UM7X;
  • Samsung: QLED 4K Q6, Q7, Q8, Q9 (2018 e 2019), QLED 8K Q9 da Samsung (2019);
  • Sony: Z9G, A9G, X950G, X850G (modelos de 85, 75, 65 e 55").

Tudo o que você precisa fazer é clicar em "Espelhar a tela", se estiver usando o iOS 10 ou superior, através da central de controle como na imagem abaixo:

Como conectar um smartphone Android na TV

Existem inúmeras formas de conectar um dispositivo com Android em uma TV. Se você não tem uma Smart TV para usar o Miracast, pode usar um Chromecast, a Mi Box TV, o Amazon Fire TV Stick ou outro set-top box de sua preferência, como a IPTV, por exemplo, para espelhar o conteúdo do seu smartphone na TV. Esses acessórios se conectam à TV pelo cabo HDMI e funcionam com o smartphone quando ambos estão conectados na mesma rede Wi-Fi.

Recomendo o aplicativo Home, do Google, disponível para Android e iOS. Ele se encarrega de fazer a configuração completa tanto do acessório quanto do aparelho, desde os primeiros passos até o espelhamento completo da tela do seu smartphone. Lembrando que alguns aplicativos também são compatíveis no iPhone.

Centenas de aplicativos e jogos se conectam ao Chromecast e outros acessórios que contam com o sistema Android TV. Para espelhar sua tela, basta encontrar o ícone de transmissão e selecionar a TV disponível.

Como conectar seu smartphone na TV com cabo

A conexão do celular à TV através de cabos pode ser a mais recomendada, bem como a mais prática em algumas situações, pois você dependerá menos de um acessório que precise da Internet para funcionar, como um Chromecast.

O ponto negativo, no entanto, é que sem Internet você ficará limitado a mostrar a tela do seu smartphone, aplicativos e arquivos que tem instalado e armazenados nele. Para reproduzir um filme no HBO GO sem Wi-Fi, por exemplo, você precisará contar com uma conexão 4G ou baixá-lo previamente para assistir offline.

Existem dois padrões de cabos que podem ser conectados em smartphones e TVs. O SlimPort tem entrada USB Mini e saída HDMI, ou seja, basta conectar na porta USB do celular. O celular precisa ter Android 5.0 ou superior. Se o seu aparelho tem porta USB-C, lembre-se que será necessário o uso de adaptador.

Já o padrão MHL é semelhante ao SlimPort, com entrada microUSB ou Mini HDMI e saída HDMI, porém, custa menos. O contra desse padrão em comparação com o SlimPort é a compatibilidade e a necessidade de alimentação energética, ou seja, seu celular precisa estar recebendo energia enquanto está conectado na TV. O funcionamento é o mesmo, ou seja, basta conectar e tudo será espelhado na tela da sua televisão.

Nós temos um vídeo explicando o que é o cabo MHL e como funciona na prática. Assista:

Como conectar o seu smartphone na televisão: Prós e contras

Existem sim prós e contras entre essas diferentes maneiras de conectar o dispositivo em uma televisão. No caso do Miracast e do AirPlay a qualidade do Wi-Fi implica diretamente, visto que é essa conexão que irá garantir a estabilidade do conteúdo. Logo, conexões lentas resultam em reproduções mais instáveis e de menor qualidade.

Já os cabos, SlimPort e MHL, oferecem mais velocidade e aguentam formatos melhores de áudio e vídeo, como 4K (8K em TVs compatíveis), som Surround 5.1 e 7.1 e DTS. As conexões que atendem ao formato Miracast reproduzem em Full HD na maioria dos casos (4K em acessórios e modelos selecionados), chegando a até 90 quadros por segundo, com áudio 5.1 em aparelhos compatíveis.

E aí, essas dicas ajudaram?

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.