Publicidade

One Piece | Por que Luffy deveria ser brasileiro?

Por| Editado por Jones Oliveira | 28 de Agosto de 2023 às 13h15

Link copiado!

Netflix
Netflix
Tudo sobre Netflix

A escolha de Luffy, o personagem principal de One Piece, para a versão live-action da Netflix foi bem recebida por praticamente todos os fãs do anime. Só que a contratação de Iñaki Godoy (Imperfeitos) encontrou resistência em uma pequena parcela que queria que um ator brasileiro fosse escalado para o papel. Isso por causa de uma informação presente em um dos apêndices do mangá e que fez muita gente defender que o líder do Bando dos Chapéus de Palha deveria mesmo ter um sotaque tupiniquim.

Essa história existe desde que a Netflix anunciou que produziria uma versão com atores de One Piece, um dos animes mais populares de todos os tempos. Quando o mexicano Iñaki Godoy foi escalado, muitos encontraram similaridades entre o ator e Luffy, mas a ideia de um latino interpretado o pirata já fazia parte do imaginário de fãs há anos.

Continua após a publicidade

As nacionalidades do Bando do Chapéu de Palha

Tudo isso aconteceu porque, em 2009, Eiichiro Oda, autor de One Piece, usou uma seção do mangá para responder perguntas dos fãs. Uma dessas questões era sobre as nacionalidades dos personagens do Bando do Chapéu de Palha caso eles existissem em nosso mundo real.

Oda respondeu que, baseado na aparência que ele imaginou para criar os personagens, eles seriam dos seguintes países:

  • Luffy: Brasil
  • Zoro: Japão
  • Nami: Suécia
  • Usopp: África
  • Sanji: França
Continua após a publicidade

Isso fez com que, durante anos, fãs comemorassem o fato de Luffy ser brasileiro — embora o mundo de One Piece traga outra divisão de países e nações bem diferente da nossa. Contudo, era a palavra do autor e o sonho de todo brasileiro de ser reconhecido.

Luffy precisa ser brasileiro?

A caracterização de Luffy como um brasileiro pode ser interessante para nós, mas não é um fator decisivo para que uma adaptação possa ou não ser validada.

Continua após a publicidade

A escolha de Iñaki Godoy parece ser bastante acertada por ser um latino, o que cobre um pouco a ideia de Oda de se basear na aparência de Luffy para indicá-lo como um brasileiro. Além disso, a atuação de Godoy sugere que ele foi uma ótima escolha para interpretar o pirata.

Fora que o próprio autor de One Piece aprovou a escolha.

Continua após a publicidade

Saberemos se ela foi acertada no dia 31 de agosto, quando One Piece for lançado na Netflix.