Criminosos imitaram o site oficial do MSI Afterburner para espalhar malwares

Criminosos imitaram o site oficial do MSI Afterburner para espalhar malwares

Por Felipe Gugelmin | Editado por Claudio Yuge | 14 de Maio de 2021 às 15h20
Divulgação/MSi

Bastante popular entre os jogadores de PC que gostam de acompanhar o desempenho de seus games, o MSI Afterburner foi usado por criminosos na tentativa de roubar dados sigilosos. Segundo um comunicado emitido pela MSI Global nesta sexta-feira (14), uma página que imita seu site oficial foi usada para espalhar malwares entre as máquinas de usuários desavisados.

“O site fraudulento imita a aparência e o design da página oficial da MSI, e oferece download do MSI Afterburner. Essa página está hospedando software que pode conter vírus, trojan, keylogger ou outro tipo de programa malicioso que foi disfarçado para parecer com o MSI Afterburner”, alerta a desenvolvedora.

A empresa pede para que os consumidores não façam qualquer download na página falsa, assegurando que seu site oficial não foi comprometido. Ela também alerta que o link oficial para o download do software atualmente está fechado devido a uma manutenção de rotina, e pede para que somente a página a seguir seja usada para garantir a segurança dos consumidores: https://www.msi.com/Landing/afterburner/graphics-cards.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Imagem: Divulgação/MSI

Além de oferecer o acompanhamento do desempenho de jogos e medir o uso de componentes como CPU e GPU, o MSI Afterburner também é popular na comunidade do overclock. Através dele é possível fazer ajustes nos parâmetros de comportamento de hardwares, fazendo com que eles entreguem um desempenho além daquele previsto durante os testes em fábrica.

Em seu comunicado, a fabricante afirmou que está comprometida com a proteção daqueles que confiam em seus produtos e que vai tomar as medidas cabíveis para o caso, que fere diretamente sua reputação. No momento, o site falso já foi retirado do ar pelo provedor responsável por sua hospedagem, mas permaneceu disponível por um período superior a um mês antes disso acontecer.

Fonte: TechRadar, MSI Global

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.