Anúncios criminosos no YouTube usam imagem de Elon Musk para roubar criptomoedas

Anúncios criminosos no YouTube usam imagem de Elon Musk para roubar criptomoedas

Por Felipe Gugelmin | Editado por Claudio Yuge | 30 de Junho de 2021 às 22h20
The Verge

Conhecido por empreendimentos de sucesso como a Tesla e a SpaceX, o bilionário Elon Musk também é famoso por ser um grande apoiador das criptomoedas. Sabendo de sua fama, criminosos estão apostando em anúncios direcionados no YouTube para vender uma moeda virtual falsa e roubar dinheiro de quem pretende investir na área.

A descoberta do golpe foi feita pela Tenable, que afirma que os golpistas já conseguiram roubar mais de US$ 430 mil em criptomoedas com os anúncios criminosos. Passando sempre antes de vídeos que tratam sobre investimentos nesse mercado, os vídeos prometem a moeda falsa SpaceX (ou token $SpaceX), alegando que ela é uma criação de Musk.

Imagem: Divulgação/Tenable

"No momento em que fizemos esta descoberta, os golpistas tinham uma campanha ativa que, assim que fosse concluída, poderia aumentar o valor total de criptomoedas roubadas para quase US$ 1 milhão”, afirma Satnam Narang, Engenheiro de Pesquisa, Equipe de Resposta de Segurança da Tenable.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Narang afirma que os anúncios começaram a aparecer no YouTube a partir do dia 22 de maio, antes e durante vídeos de criadores populares. As propagandas usam imagens reais de Musk em contextos diversos e se aproveitam da notoriedade do bilionário e de sua associação com o Bitcoin e o Dogecoin para chamar atenção.

Golpe usa contas adulteradas no YouTube

Segundo a Tenable, os anúncios têm entre três a cinco minutos e apresentam um tweet falso atribuído a Elon Musk. Nele, o CEO da Tesla afirma que criou sua própria moeda conhecida como $SpaceX — que tem a missão de levar todo mundo para Marte, segundo o texto elaborado pelos golpistas.

Imagem: Divulgação/Tenable

Os textos também informam que toda transação com a moeda falsa vai gerar uma doação para “empresas de pesquisa espacial” com o objetivo de avançar os planos de Musk. Os vídeos usados como base para o anúncio datam de 2013, e revelam trechos de entrevistas do bilionário para o Computer History Museum e para os Revolucionários do KQED.

As propagandas falsas não contêm links diretos para um site da web, porém os anunciam em outras seções. Ao todo, foram encontrados pelo menos 12 endereços relacionados ao golpe, todos com registros feitos entre o fim de maio e a metade de junho de 2021:

Imagem: Captura de Tela/Canaltech

Os vídeos usados nos anúncios estão hospedados em contas adulteradas do YouTube, normalmente criadas há 10 ou 12 anos. “É provável que essas contas estivessem inativas e os golpistas conseguiram invadi-las para promover esses anúncios falsos”, explica Narang. Segundo o executivo, os anúncios seguem o mesmo molde de um golpe realizado no começo de maio, que também usava a imagem de Musk associado à marca da Tesla.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.