Bitcoin tem forte alta após Musk dizer como a Tesla aceitaria a criptomoeda

Bitcoin tem forte alta após Musk dizer como a Tesla aceitaria a criptomoeda

Por Felipe Gugelmin | Editado por Claudio Yuge | 14 de Junho de 2021 às 15h10
Reprodução/NBC News

Em maio deste ano, a montadora Tesla decidiu parar de aceitar pagamentos em Bitcoin, gerando um grande abalo no mercado da criptomoeda. No último domingo (13), o CEO da empresa, Elon Musk, afirmou que a companhia pode revisar sua decisão, mas isso só deve acontecer em um momento no qual o processo de mineração de criptomoedas provar que está usando energias limpas.

“Quando houver confirmação de um uso razoável (aproximadamente 50%) de energias limpas por mineradores com tendência futura positiva, a Tesla voltará a permitir transações de Bitcoin”, afirmou Musk em seu perfil no Twitter. A mensagem surgiu como uma resposta a um artigo da Cointelegraph, no qual a CEO da Sygnia, Magda Wierzycka, acusou o executivo da montadora de usar seu perfil na rede social para manipular mercados.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Musk também afirmou que as informações contidas no artigo estavam incorretas e que a Tesla só vendeu cerca de 10% de seus investimentos na criptomoeda para garantir que a movimentação não impactaria no mercado. Em fevereiro deste ano, a companhia comprou o equivalente a US$ 1,5 bilhão (R$ 7,59 bilhões) em Bitcoins e afirmou que passaria a aceitá-la como pagamento.

A decisão foi revertida em maio em meio a críticas sobre o grande uso de energia envolvido na mineração das moedas virtuais. “Estamos preocupados com o crescimento rápido do uso de combustíveis fósseis para minerações e transações com o Bitcoin, especialmente carvão, que possui as piores emissões de qualquer combustível”, afirmou Musk na ocasião.

Impacto no preço da Bitcoin

Essa movimentação causou uma reação expressiva no mercado, com a Bitcoin operando em alta nesta segunda-feira (14). Por volta das 14h, a criptomoeda vinha sendo negociada a cerca de US$ 40 mil (quase R$ 203 mil), segundo o CoinMarket Cap. O aumento é de aproximadamente 12,60% em relação às últimas 24 horas.

Vale destacar que a Bitcoin já subiu mais de 30% desde o início do ano e chegou a custar quase US$ 65 mil em abril, após despencar novamente e se manter na casa dos US$ 30 mil em maio. Sempre que Musk toca no assunto e envolve a Tesla, a criptomoeda apresentar alta.

Fonte: NBC News

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.