8 previsões de cibersegurança da Norton para 2016

Por Redação | 22.02.2016 às 11:30

O ano de 2015 marcou um novo capítulo na luta de usuários e empresas para manter suas informações protegidas no ambiente digital. Não apenas por conta do aumento no número de casos da categoria - desencadeados principalmente após as revelações do ex-técnico da NSA, Edward Snowden -, mas também porque houve uma consciência maior de que não estamos totalmente seguros na internet.

Essa também é a constatação de um relatório da Norton que aponta 8 previsões de cibersegurança para 2016. De acordo com a companhia, o ano será guiado por novas tecnologias que, junto com os avanços, trazem a necessidade de uma atenção maior com segurança virtual, já que cibercriminosos encontram novas oportunidades para chegar até o usuário final por meio dessas ferramentas. Só no ano passado, 90% dos brasileiros foram ou conhecem alguém que foi vítima de algum cibercrime.

Veja abaixo as previsões elaboradas pela Norton:

1. O ransomware, sequestro virtual de dispositivos, será o crime mais praticado em 2016 e pode infectar qualquer aparelho conectado à internet. O consumidor deve ficar atento às novas tecnologias como as Smart TVs e tecnologia vestível, pois ambas podem ser uma porta de entrada para criminosos.

2. Sensores de impressões digitais serão cada vez mais utilizados para proteger dispositivos e para realizar pagamentos, o que gera oportunidades para novos tipos de ataques virtuais.

3. O uso de armazenamento em nuvem aumentará e exigirá maior proteção web para os dados colocados neste ambiente.

4. A criptografia de dados será mais implementada devido a quantidade de comunicação e interação entre pessoas e sistemas que acontece através de redes inseguras e vulneráveis.

5. Ataques cibernéticos a infraestruturas críticas, como empresas que fornecem luz, água e energia, se tornarão mais comuns, seja por motivos políticos ou criminais, e serão potencializados pela Internet das Coisas (IoT).

6. Oportunidades de comprometer aparelhos da Apple vão aumentar, conforme a popularidade dos dispositivos cresce a cada ano

7. Ataques cibernéticos e brechas de segurança irão intensificar a necessidade de um seguro contra cibercrime, já que além dos danos de imagem e nos negócios, também afetam as empresas economicamente.

8. Jogos e simuladores de segurança digital serão mais utilizados para conscientizar e treinar usuários de uma forma descontraída sobre as ameaças virtuais.

Previna-se

segurança

Para evitar cair nessas armadilhas virtuais, a Norton recomenda algumas medidas de proteção que você certamente já deve ter ouvido falar mais de uma vez - mas que são essenciais para manter seus dados longe de eventuais ataques.

O primeiro conselho é óbvio: utilize senhas fortes. Em casa, faça uso da criptografia WP2 para proteger sua rede Wi-Fi, habilite a administração remota de aparelhos domésticos pela internet apenas se for realmente necessário e opte por marcas confiáveis. Em locais públicos, sempre tenha cuidado ao utilizar redes sem fio compartilhadas quando for acessar a web pelo seu celular.

Quanto aos sites, nunca clique em links suspeitos que são enviados por e-mail ou SMS. Esse método é bastante usado para roubar dados financeiros, então sempre opte por digitar o site do seu banco direto no próprio navegador. Somente confie suas informações pessoais a sites que tenham "https" no endereço da Web ou um ícone de cadeado na parte inferior do browser, e jamais coloque seus dados em janelas pop-ups. Por fim, instale soluções de segurança nos seus dispositivos, tanto desktop quanto tablets e smartphones.