Vacina da covid: 46 milhões de pessoas não tomaram a dose de reforço no Brasil

Vacina da covid: 46 milhões de pessoas não tomaram a dose de reforço no Brasil

Por Fidel Forato | Editado por Luciana Zaramela | 03 de Junho de 2022 às 11h10
Prostock-studio/Envato Elements

No Brasil, cerca de 46 milhões dos brasileiros com mais de 18 anos ainda não receberam a terceira dose da vacina contra a covid-19, segundo o jornal O Globo. De acordo com especialistas, a dose de reforço é importante para manter a proteção contra as novas variantes do agente infeccioso, como a Ômicron e suas sublinhagens.

No levantamento do Ministério da Saúde, também é possível verificar que outros 17 milhões de adultos brasileiros ainda não tomaram a segunda dose da vacina contra a covid-19. Em ambos os casos, estes indivíduos já poderiam receber os imunizantes em qualquer centro de vacinação, como as Unidades Básicas de Saúde (UBS).

No Brasil, 46 milhões de pessoas estão atrasadas para tomar a dose de reforço contra a covid (Imagem: CDC/Unsplash)

Em comunicado, a Saúde destaca a importância das pessoas completarem o esquema vacinal “para garantir a máxima proteção contra o vírus e conter o avanço de novas variantes”. Além disso, a pasta orienta que os municípios realizem uma busca ativa pelas pessoas que estão atrasadas.

Quais estados têm mais "atrasados" na vacinação?

No levantamento, é possível observar quais estados que estão com mais "atrasados" na vacinação contra a covid-19. No momento, o primeiro lugar do ranking é ocupado por São Paulo, que soma 10 milhões de pessoas que não tomaram a dose de reforço.

Além disso, dados do governo estadual de São Paulo apontam que cerca 2,7 milhões ainda não receberam a segunda dose. No caso da quarta dose, o número de atrasados já chega a 3,3 milhões.

Depois de São Paulo, o estado que mais concentra pessoas que não tomaram a terceira dose da vacina é Minas Gerais, com 4,8 milhões. Em terceiro lugar, esta a Bahia. No estado, são contabilizados 3,5 milhões de faltosos.

Fonte: O Globo  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.