Vacina da AstraZeneca reduz carga viral quando aplicada no nariz, diz estudo

Vacina da AstraZeneca reduz carga viral quando aplicada no nariz, diz estudo

Por Natalie Rosa | Editado por Luciana Zaramela | 29 de Julho de 2021 às 18h05
CDC/Unsplash

Para descobrir mais vantagens da imunização contra o coronavírus, cientistas de instituições de saúde dos Estados Unidos e do Reino Unido testaram a administração da vacina da AstraZeneca de forma intranasal, chegando a resultados positivos. 

Em testes realizados com hamsters e macacos, os pesquisadores descobriram que aplicar a vacina no nariz ajudou a reduzir a carga viral nos animais, fazendo com que o vírus se espalhasse menos. Ainda que um indivíduo esteja vacinado, ele pode carregar o SARS-CoV-2 e o transmitir a outras pessoas, o que reforça a importância do uso de máscaras e distanciamento social. A aplicação nasal, então, seria uma opção a mais para evitar que o vírus continue se espalhando e contaminando mais pessoas. 

Imagem: Reprodução/Freepik

Em outro estudo recente, cientistas da Universidade do Alabama, nos Estados Unidos, concluíram que a aplicação intranasal das vacinas faria mais sentido para combater a doença, já que a COVID-19 atinge nariz, garganta e pulmões. Porém, o uso do imunizante apenas dessa forma garantiria uma proteção mais curta do que se fosse aplicado de forma intramuscular.

Sendo assim, a melhor opção para se proteger do vírus seria combinar a aplicação no braço com a do nariz, garantindo uma maior proteção. Você pode conferir o estudo mais recente neste link

Fonte: Medical Xpress

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.