Vacina da AstraZeneca reduz carga viral quando aplicada no nariz, diz estudo

Vacina da AstraZeneca reduz carga viral quando aplicada no nariz, diz estudo

Por Natalie Rosa | Editado por Luciana Zaramela | 29 de Julho de 2021 às 18h05
CDC/Unsplash

Para descobrir mais vantagens da imunização contra o coronavírus, cientistas de instituições de saúde dos Estados Unidos e do Reino Unido testaram a administração da vacina da AstraZeneca de forma intranasal, chegando a resultados positivos. 

Em testes realizados com hamsters e macacos, os pesquisadores descobriram que aplicar a vacina no nariz ajudou a reduzir a carga viral nos animais, fazendo com que o vírus se espalhasse menos. Ainda que um indivíduo esteja vacinado, ele pode carregar o SARS-CoV-2 e o transmitir a outras pessoas, o que reforça a importância do uso de máscaras e distanciamento social. A aplicação nasal, então, seria uma opção a mais para evitar que o vírus continue se espalhando e contaminando mais pessoas. 

Imagem: Reprodução/Freepik

Em outro estudo recente, cientistas da Universidade do Alabama, nos Estados Unidos, concluíram que a aplicação intranasal das vacinas faria mais sentido para combater a doença, já que a COVID-19 atinge nariz, garganta e pulmões. Porém, o uso do imunizante apenas dessa forma garantiria uma proteção mais curta do que se fosse aplicado de forma intramuscular.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Sendo assim, a melhor opção para se proteger do vírus seria combinar a aplicação no braço com a do nariz, garantindo uma maior proteção. Você pode conferir o estudo mais recente neste link

Fonte: Medical Xpress

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.