Ômicron avança no Brasil e já integra 31% dos casos de covid

Ômicron avança no Brasil e já integra 31% dos casos de covid

Por Nathan Vieira | Editado por Luciana Zaramela | 30 de Dezembro de 2021 às 19h40
Rawpixel/Envato

Faz pouco mais de um mês que a Anvisa confirmou os primeiros casos da variante Ômicron no Brasil. Nesse tempo, como os especialistas já alertavam, a cepa se alastrou, de modo que atualmente representa cerca de 31,7% dos casos de covid-19 no país, de acordo com um monitoramento divulgado pelo Instituto Todos pela Saúde (ITpS) na última quarta (29).

O ITpS afirma que, dos 16 estados que enviaram amostras, 8 tiveram casos confirmados da variante no período entre 1º e 25 de dezembro. A pesquisa se baseia em 30,4 mil resultados de amostras enviados pelos laboratórios DB Molecular e Dasa. Dentre as amostras estudadas, 640 deram positivo para covid-19. Dessas, 203 envolvem a Ômicron.

Segundo o artigo, o índice de resultados positivos para a doença foi considerado baixo (2,1%), o que pode ser visto com um olhar otimista, no que diz respeito à situação da covid-19 no país. Mas esse otimismo não se aplica ao cenário quando colocamos a Ômicron na mesa, levando em consideração a alteração na prevalência da variante.

Por enquanto, conforme observam os especialistas, a média ainda pode ser considerada aceitável, mas não foi sempre assim: a variante já atingiu 40% em alguns dias, e o caso mais preocupante foi em 25 de dezembro, quando chegou a 70%.

Ômicron avança no Brasil e já integra 31% dos casos de covid do país (Imagem: kjpargeter/Freepik)

"Os dados que apresentamos aqui foram obtidos por meio de um teste RT-PCR especial (Thermo Fisher), disponível principalmente na rede privada. Apesar dos vieses inerentes à amostragem, a crescente detecção de casos prováveis de Ômicron nos serve de alerta", escreve o Instituto em sua conta do Twitter.

"Por ser uma variante muito transmissível e com grande potencial de escape imunológico, enquanto ainda entendemos o impacto que a Ômicron poderá gerar no Brasil, em especial em meio a uma epidemia de gripe, monitorar a disseminação desses vírus por meio de testagem é essencial", acrescenta.

Fonte: Instituto Todos Pela Saúde (ITpS)

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.