Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Implante cerebral permite comunicação pelo pensamento

Por| Editado por Luciana Zaramela | 07 de Novembro de 2023 às 15h35

Link copiado!

Ermal Tahiri/Pixabay
Ermal Tahiri/Pixabay

Já imaginou a possibilidade de conversar apenas por pensamento? Na última segunda-feira (6), um estudo publicado na revista Nature Communications mostrou que estamos um passo mais perto dessa realidade. Isso porque um grupo de pesquisadores da Duke University criou uma prótese que pode traduzir os sinais cerebrais de uma pessoa no que ela está tentando dizer.

A proposta da nova tecnologia é ajudar as pessoas incapazes de falar devido a distúrbios neurológicos a recuperar a capacidade de comunicação. Em comunicado divulgado pela própria Duke, a equipe argumenta que as ferramentas atuais disponíveis para permitir a comunicação são lentas e complicadas.

Comunicação pelo pensamento

Continua após a publicidade

Para o estudo, a equipe colocou 256 sensores cerebrais microscópicos em um pedaço de plástico flexível de uso médico, do tamanho de um selo postal. Ao todo, quatro pacientes foram recrutados para testar os implantes — todos submetidos a uma cirurgia cerebral devido a alguma outra condição, como Parkinson ou tumor.

Os participantes ouviram uma série de palavras sem sentido e depois falaram cada uma delas em voz alta. O dispositivo registrou a atividade do córtex motor da fala de cada paciente, coordenando quase 100 músculos que movem os lábios, a língua, a mandíbula e a laringe.

Depois, o grupo pegou os dados neurais e de fala e os inseriu em um algoritmo para ver com que precisão ele poderia prever qual som estava sendo ouvido. No geral, o decodificador foi preciso em 40% das vezes.

A ideia dos pesquisadores agora é fazer uma versão sem fio do dispositivo, para que o paciente seja capaz de se movimentar sem ter que ficar "preso" a uma tomada. O próprio comunicado da Duke reconhece que ainda há um longo caminho a percorrer para que a prótese chegue às prateleiras.

Implante cerebral

Os implantes cerebrais têm sido responsáveis por muitas mudanças positivas na vida das pessoas. Em julho deste ano, pesquisadores dos Feinstein Institutes for Medical Research conseguiram recuperar o movimento de um tetraplégico ao reconectar o cérebro, o corpo e a medula espinhal.

Em maio, um homem com paralisia voltou a andar graças a outro implante cerebral. Para isso, a equipe médica implantou um dispositivo com eletrodos em seu cérebro, capaz de detectar sua atividade neuronal quando ele pensa em movimentar as pernas.

Continua após a publicidade

Já em agosto, um implante cerebral ajudou pacientes sem voz a falar. Na ocasião, a equipe treinou os algoritmos de IA do sistema para reconhecer os sinais cerebrais de fala e criaram um sistema que decodifica palavras a partir de fonemas, ou seja, os blocos de construção da fala. Para criar a voz, os pesquisadores usaram uma gravação antiga da paciente (de antes da paralisia).

Fonte: Nature Communications, Duke Today