Gosta de dormir pelado? Descubra por que a prática não é uma boa ideia

Gosta de dormir pelado? Descubra por que a prática não é uma boa ideia

Por Natalie Rosa | Editado por Luciana Zaramela | 09 de Setembro de 2021 às 10h40
drobotdean/Freepik

Muitas pessoas dizem se sentir mais confortáveis dormindo sem qualquer peça de roupa, nem mesmo as íntimas, principalmente em dias de calor. A prática, no entanto, pode não ser tão agradável para quem está dormindo ao seu lado, e a ciência explica o porquê.

Em um vídeo publicado no TikTok, Anthony Youn, médico especialista em cirurgia plástica, conta que os humanos soltam gases cerca de 15 a 25 vezes por dia, e que isso acontece também enquanto estamos dormindo. "Um estudo científico provou que a cada vez que você solta gases, você está liberando uma pequena quantidade de material fecal", conta o cirurgião.

Ele continua dizendo que essas pequenas partículas são completamente barradas pelas suas roupas íntimas. "Então, pelo bem do seu parceiro de cama, por favor, durma com as suas roupas de baixo", completa o médico.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Confira o vídeo (em inglês):

@tonyyounmd

Why you should never sleep without underpants! #learnontiktok #tiktokpartner #sleep #shart #fart

♬ Pumpkins - Clutch

O que a ciência diz?

Ainda que existam poucos estudos que falem sobre flatulência, a afirmação do médico está correta. Em uma pesquisa publicada em 1997, os cientistas analisaram os flatos (gases) soltados por voluntários e descobriram que o volume de gás pode chegar a 375 mililitros, o que corresponde a um copo médio de bebida. Ou seja, é uma quantidade muito grande de gás direcionado a quem divide a cama com você.

Imagem: Reprodução/gpointstudio/Freepik

Em outro estudo, este feito em 2001, um médico australiano queria descobrir se, soltando gases silenciosos, ele estava contaminando uma sala de cirurgia esterilizada, o que poderia prejudicar a saúde de um paciente. Então, ele pediu a ajuda de um colega microbiologista, que coletou uma amostra do flato do amigo em uma placa de Petri. Para isso, sim, ele precisou estar sem as calças.

A placa, na manhã seguinte, mostrou que o gás liberou quantidades visíveis de dois tipos de bactérias encontradas apenas na pele e no intestino. O autor do estudo contou que os respingos foram provocados pela velocidade do flato, que "soprou" as bactérias que estavam dentro do organismo. Por mais nojento que pareça, essas bactérias não eram perigosas. Ainda assim, não queremos que alguém as solte na gente através de flatulências, não é mesmo?

Então, sempre que for dormir acompanhado, use suas roupas íntimas ou peça para o seu parceiro usar. Cuecas e calcinhas são totalmente eficientes para barrar qualquer material fecal que possa ser expulso do corpo durante a flatulência. Você pode conferir os estudos citados aqui e aqui.

Fonte: IFL Science

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.