Excesso de exercício físico causa artrite? Ciência já tem a resposta

Excesso de exercício físico causa artrite? Ciência já tem a resposta

Por Nathan Vieira | Editado por Luciana Zaramela | 09 de Novembro de 2021 às 13h40
microgen/envato

Por muito tempo, as pessoas se questionaram se os exercícios físicos, em excesso, poderiam causar artrite, ou seja, inflamação de uma articulação. Uma nova pesquisa da Universidade de Southampton e da Universidade de Oxford (Reino Unido) parece ter alcançado finalmente uma resposta. Segundo os envolvidos, não há ligação entre a quantidade de exercícios que as pessoas fazem o desenvolvimento de uma artrite nos joelhos, mas não se pode descartar que formas de exercício de alto impacto, como correr, podem causar a doença.

A artrite é mais comum à medida que as pessoas envelhecem e tida como uma condição de desgaste natural. Os joelhos com artrite geralmente apresentam danos visíveis na cartilagem. O estudo em questão envolveu mais de 5.000 pessoas que inicialmente não tinham dor no joelho ou outra evidência de artrite.

No início, as pessoas foram questionadas sobre a quantidade de exercícios que faziam, incluindo esportes, caminhada e bicicleta. Os participantes então registraram o tempo médio gasto com exercícios a cada semana, e suas atividades foram classificadas por seu equivalente metabólico, uma forma padrão de classificar as atividades de acordo com o quanto elas aumentam a taxa metabólica de uma pessoa.

(Imagem: Prostock-studio/Envato Elements)

No final dos estudos, que duraram de cinco a 12 anos, as pessoas também foram questionadas se desenvolveram dores frequentes nos joelhos ou se foram diagnosticadas com artrite. Foi então que a pesquisa concluiu que a probabilidade de desenvolver artrite não teve relação com os níveis de atividade, com o tempo gasto a cada semana ou por seu equivalente metabólico.

Os próprios pesquisadores reconhecem que há muita pesquisa ainda a ser feita, principalmente no que diz respeito aos diferentes tipos de atividade. O estudo completo pode ser encontrado aqui.

Fonte: New Scientist, Healthline

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.