Machucou o joelho? Descubra se é algo grave ou passageiro

Machucou o joelho? Descubra se é algo grave ou passageiro

Por Nathan Vieira | Editado por Luciana Zaramela | 11 de Outubro de 2021 às 09h40
ragonImages/Envato

Muitas condições podem causar dor no joelho, uma articulação que permite que a perna se curve e se estique, propensa a lesões, a degeneração relacionada à idade e a esforços, inflamação e infecção. Mas o que diferencia uma dor momentânea de algo mais sério? 

Antes, é preciso entender que se deve consultar um médico se tiver problemas para sustentar o peso, a dor for intensa e não passar, ou se você notar uma deformidade na articulação (ou quaisquer outras indicações de que a dor no joelho é grave).

Sintomas

Além da dor no joelho em si, alguns outros sintomas podem acompanha-la, denunciando que houve alguma lesão na articulação:

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

  • Inchaço
  • Rigidez
  • Hematomas 
  • Vermelhidão
  • Som de estalo na hora da lesão
  • Dificuldade em caminhar
  • Instabilidade
  • Fraqueza
  • Incapacidade de dobrar ou endireitar totalmente o joelho
  • Cliques, trituração ou captação de som na articulação do joelho ao caminhar

Por outro lado, também existem sinais de dor no joelho que indicam que a lesão pode ser grave: 

  • Dor extrema
  • Grandes feridas
  • Deformidade do joelho
  • Incapacidade de suportar peso na perna afetada
  • Incapacidade de endireitar a perna
  • Joelho dobra quando você tenta andar

Possíveis causas

A dor no joelho pode ter muitas causas diferentes. As mais comuns incluem lesão por uso excessivo, artrite (inflamação das articulações), bursite (bolsas cheias de líquido ao redor do joelho chamadas bursas ficam irritadas ou inchadas), pressão excessiva, tendinite patelar, entorses (que ocorrem quando uma força súbita de torção estira estruturas internas do joelho, algo comum em jovens atletas), e a tão temida ruptura de ligamentos e/ou tendões. Frequentemente, esses traumas ocorrem durante movimentos como giros ou aterrissagem de um salto. Há ainda outras lesões no joelho, como fraturas ou luxações, infecção da articulação do joelho, desgastes da cartilagem e gota, que causa a formação de cristais dentro das articulações.

(Imagem: Pressmaster/envato)

Diagnóstico

A causa da dor no joelho é diagnosticada com base no histórico do paciente, além de exames físicos e testes como raios-X, ressonância magnética, tomografia computadorizada, ultrassom, punção de fluido articular e até mesmo exames de sangue.  Esse último caso está diretamente relacionado com suspeitas de artrite ou gota.

Possíveis tratamentos

O tratamento para a dor no joelho depende diretamente da causa, mas pode incluir: 

  • Uso de joelheira para ajudar na estabilização
  • Exercícios de alongamento
  • Exercícios de fortalecimento para os músculos que movem a articulação do joelho 
  • Fisioterapia
  • Infiltrações de corticoides no joelho
  • Corticosteroides orais
  • Lubrificantes
  • Cirurgias

No entanto, se a dor for ocasional, há algumas dicas que podem ajudar a aliviar, como: 

  • Descansar o joelho 
  • Evitar movimentos que piorem a dor, como agachamentos, corrida, etc.
  • Gelo para reduzir a dor e o inchaço
  • Elevação do joelho acima do nível do coração
  • Analgésicos

Apesar das dicas apresentadas, reiteramos: em caso de dor, o correto é procurar um médico ortopedista para avaliar a causa e indicar os exames necessários, para depois definir a conduta ideal de tratamento.

Fonte: eMedicineHealth

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.