EUA adotam vacinas obrigatórias contra covid-19 para vários setores do país

EUA adotam vacinas obrigatórias contra covid-19 para vários setores do país

Por Fidel Forato | Editado por Luciana Zaramela | 10 de Setembro de 2021 às 17h30
Rawf8/Envato Elements

Na quinta-feira (9), os Estados Unidos anunciaram medidas para ampliar a vacinação contra o coronavírus SARS-CoV-2 nos trabalhadores. Segundo a plataforma Our World in Data, cerca de 53% dos norte-americanos estão completamente vacinados. Atualmente, surtos da covid-19 causados pela variante Delta (B.1.671.2) afetam inúmeras regiões do país e desencadeiam uma onda de casos pediátricos da doença.

"Temos sido pacientes, mas nossa paciência está se esgotando e sua recusa custou a todos nós", afirmou o presidente Joe Biden, durante o anúncio, que foi uma resposta para baixa procura da população em se imunizar. Nos próximos dias, deve ser divulgada quando a regra passará a valer.

Governo Joe Biden impõe vacinas contra a covid-19 para superar crise da variante Delta no país (Imagem: Reprodução/Photocreo/Envato Elements)

Com a nova medida, o governo dos EUA espera ampliar essa porcentagem da população imunizada, podendo alcançar cerca de 100 milhões de pessoas — dois terços da força trabalhadora. Agora, empresas com mais de 100 funcionários devem impor vacinação obrigatória contra a covid-19 ou realizar testes semanais em seus colaboradores.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

O plano de vacinação também inclui a obrigatoriedade da imunização para os funcionários federais e trabalhadores de estabelecimentos de saúde ou da educação que recebem subsídios federais. Além disso, estados foram orientados a fazer o mesmo com os seus colaboradores. Para se vacinarem, os trabalhadores deverão ganhar folga remunerada.

Vale lembrar que a nova medida só foi possível após a aprovação definitiva de uso da vacina da Pfizer/BioNTech contra a covid-19 pela Food and Drug Administration (FDA). Isso significa que a fórmula atende ao padrão ouro de segurança da agência norte-americana de saúde.

Fonte: CNN  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.