Saiba como identificar um AVC

Saiba como identificar um AVC

Por Nathan Vieira | Editado por Luciana Zaramela | 05 de Julho de 2021 às 11h20
Raman Oza/Pixabay

Conhecido popularmente como derrame, o Acidente Vascular Cerebral (AVC) é uma situação que decorre da alteração do fluxo de sangue ao cérebro. Responsável pela morte de células nervosas da região cerebral atingida, o AVC pode se originar de uma obstrução de vasos sanguíneos, o chamado acidente vascular isquêmico, ou de uma ruptura do vaso, conhecido por acidente vascular hemorrágico. Tendo isso em mente, é preciso identificá-lo o quanto antes. Mas você sabe como se identifica um AVC?

A primeira recomendação é ficar atento aos sinais. “Os sintomas do AVC aparecem de forma súbita, por isso devemos estar atentos e buscar ajuda médica o quanto antes”, explica Mariana Peres de Carvalho, coordenadora do núcleo de fisioterapeuta do Núcleo Paraense de Recuperação Motora Cognitiva e Comportamental (NUPA).

As recomendações incluem identificar os sinais do AVC por meio de uma técnica conhecida como “SAMU”: sorriso, abraço, mensagem, urgente.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

  • Sorriso porque, durante o AVC, a boca pode ficar torta. Por isso, deve-se pedir para que a pessoa tente dar um sorriso.
  • Abraço porque, nesse momento, fica difícil para a pessoa levantar os dois braços ao mesmo tempo. Portanto, peça para que ela tente te abraçar.
  • Mensagem porque quem está tento um AVC pode começar a apresentar dificuldades de fala. Tente perceber a fala embolada.
  • E se você perceber um desses sinais, chame socorro urgentemente (ligue para 192 ou conduza o paciente a um hospital).
(Imagem: microgen/envato)

A especialista ressalta, ainda, outros sintomas, como dificuldade de caminhar ou ficar em pé; formigamento e falta de força em um lado do corpo; problema de memória recente e passada; e dor de cabeça intensa com vertigem. O tratamento precoce com medicamentos, como TPA (anticoagulante), pode minimizar danos cerebrais, por isso é importante buscar auxílio médico imediatamente.

O tratamento com fisioterapia neurofuncional também deve ser iniciado rapidamente. “O quanto antes a pessoa for socorrida e iniciar o tratamento com o fisioterapeuta neurofuncional, melhores serão os resultados e menores as sequelas”, finaliza Mariana.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.